quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Jorge Federal tem encontro com FBC para tratar da conjuntura política

O presidente da Câmara Municipal de Olinda, vereador Jorge Federal (PR), foi recebido, hoje, pelo senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB), em seu escritório político no Recife, e trataram de assuntos da nova conjuntura política com vistas às eleições de 2018.

“Admito ser fundamentaluma discussão acentuada sobre o município de Olinda, terceiro maior colégio eleitoral de Pernambuco, que sempre teve papel decisivo nas eleições majoritárias tanto de Pernambuco como do Brasil,” declarou Jorge Federal após a audiência.

Jorge Federal ressaltou que a movimentação do conjunto de forças, do qual fazem parte nomes expressivos da política em Pernambuco, além de Fernando Bezerra Coelho, os ministros Bruno Araújo, Mendonça Filho e Fernando Filho, o senador Armando Monteiro merece a total atenção dos olindenses.

sábado, 16 de setembro de 2017

Jornalista da “GloboNews” fará palestra em Pernambuco

Deu no Blog do Inaldo Sampaio

A convite do “Shopping Patteo Olinda”, a jornalista Cristiana Lobo (GloboNews) estará na cidade no próximo dia 20 a fim de proferir uma palestra no 2º Encontro de Empreendedorismo.

Além da palestra, haverá uma rodada de negócios com lojistas e empreendedores responsáveis pelo Shopping, que é o primeiro empreendimento de grande porte na “Marim dos Caetés”.

A entrada é gratuita e para participar os interessados deverão se inscrever pelo número (81) 3011-5068.

Em sua palestra, a jornalista falará sobre o cenário político nacional e as perspectivas para 2018, incluindo a eleição presidencial.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Carta da ex-prefeita Jacilda Urquisa

Eis, na íntegra, a carta aberta de Jacilda Urquisa:

Por Jacilda Urquiza

Neste momento de tantos e acalorados debates, é importante que possamos estabelecer a verdade, para que as pessoas possam compreender os fatos como eles verdadeiramente ocorreram. Tenho mais de 35 anos de vida pública, sempre pautada pela ética e lealdade, valores dos quais jamais me desviei.

Por escolha do povo, fui eleita vereadora, prefeita da cidade de Olinda e deputada estadual. Mandatos que disputei enquanto filiada ao PMDB, partido no qual estou desde 1982. Vivi no partido em seus momentos mais difíceis, enfrentando os enormes desafios que a história nos apresentou. Participei ativamente da campanha que ajudou a eleger Jarbas Vasconcelos ao governo do Estado em 1998, quando ele enfrentou Miguel Arraes. Nas fileiras do PMDB sempre militei com orgulho, entusiasmo e dedicação.

No entanto, foi com perplexidade e tristeza que vi, nos últimos dias, ser divulgada a versão que a eleição do diretório do partido em Olinda, realizada em 2016, foi uma fraude. Merece todo o nosso repúdio e veemente desmentido. Funcionária pública concursada e gestora pública respeitada, minha filha Izabel Urquisa optou por vocação entrar na vida pública e trilhou seu próprio caminho, ganhando a confiança e credibilidade da população.

Izabel despontou como uma liderança jovem e promissora, conquistando apoios e abrindo o diálogo com as pessoas. No entanto, ao assumir uma posição diferente da executiva estadual do PMDB, o diretório municipal do partido lhe foi tomado. Um processo violento, sem direito à defesa e que demonstrou a truculência desta atual gestão.

É inadmissível que agora, com a entrada do senador Fernando Bezerra Coelho no partido, o vice-governador Raul Henry tente justificar sua intolerância nos acusando de fraude. O próprio Raul designou que o Sr. Carlos Veras fosse observador do nosso processo interno, como pode ser comprovado em nossa farta documentação. Pelo PMDB disputei muitas eleições. Ganhamos e perdemos, o que é normal da política. Porém jamais passamos por cima da ética.

A única verdade que existe é que nos tomaram o PMDB em Olinda, graças à incapacidade deles de conviverem com as diferenças. Isto diminuiu o partido e transforou o PMDB pernambucano numa sigla de poucos. Tomara, agora, volte a crescer e se fortalecer, deixando de ser um satélite para a vaidade de alguns.

Jacilda Urquiza lança carta pública sobre briga no PMDB local

Deu no Blog do Jamildo: Em carta pública, Jacilda Urquiza ajuda a desconstruir imagem de Jarbas e Raul Henry no PMDB local

Foto: Marcelo Soares/JC Imagem

Convenção limpa, segundo a ex-prefeita de Olinda Jacilda Urquisa

Deu no Blog do Inaldo Sampaio:

Convenção limpa

Jacilda Urquisa, presidente destituída do PMDB de Olinda por ato do vice-governador Raul Henry, não aceita que se diga, nem por brincadeira, que ela falsificou a ata da convenção para favorecer a filha Izabel, que seria candidata a prefeita nas eleições de 2016. E quem o fizer será interpelado judicialmente. Ela diz que o vice mandou para Olinda um “observador”, Carlos Veras, e que este registrou em ata que a convenção transcorreu na mais absoluta normalidade.

Blitz constata irregularidades nas unidades de saúde de Olinda

Milhares de fardamentos abandonados de várias categorias da Saúde (Agentes Comunitários de Saúde, batas, camisas pólo, lençóis) além de máscaras de nebulização foram encontrados pela blitz realizada pela Câmara de Vereadores de Olinda nas dependências da Maternidade Brites de Albuquerque, cujas obras ainda se arrastam impedindo o atendimento da comunidade.

“O mais grave é que os profissionais que trabalham em outras unidades de saúde não estão recebendo fardamento para trabalhar,” disse o vereador Jorge Federal, presidente da Câmara de Olinda. Equipamentos como incubadoras e camas também estão em processo de desgaste e armazenados de forma inadequada na maternidade.



BEIRA MANGUE

A blitz também esteve na Unidade de Saúde da Família da Beira Mangue I e II, em Rio Doce, cuja porta de entrada estava repleta de lixo. “A unidade só tem serviço de limpeza duas vezes por semana e até tapurus foram encontrados na cozinha,” observou o vereador Ricardo Souza, que é enfermeiro e integrante da Comissão de Saúde da Câmara.



Os vereadores também constataram que a farmácia do posto da Beira Mangue só funciona em um expediente, faltam medicamentos como pomada ginecológica, ácido fólico e mebendazol, entre outros. “No posto da Beira Mangue, existe uma sala de odontologia que é utilizada como um depósito, existe uma cadeira sem instalações, falta o principal que é o dentista,” denuncia Jesuíno Araújo, integrante da Comissão de Saúde.

A blitz dos vereadores também constatou outras irregularidades no posto: Não tem assistente administrativo; sala de vacina não climatizada, com falta de seringa e vacinas; teto e paredes mofadas e com infiltração; reservatório de água (cisterna) com problema.

ALTO DA CONQUISTA

Os vereadores também visitaram a Unidade de Saúde da Família do Alto da Conquista I e II onde não existe médico e apenas um dentista. “A farmácia só funciona em um expediente, com acesso por fora da unidade, sem condições de acessibilidade além de exposição dos moradores ao sol e chuva,” denuncia o vereador Irmão Biá, que é morador da comunidade.

A frente do posto de saúde sofre constantes alagamentos contaminando com lama a cisterna que abastece a unidade de saúde. A sala de curativo do Alto da Conquista está com os ventiladores quebrados, fio de energia expostos e infiltrações que proporcionam o surgimento de mofo no teto e paredes.

“Enquanto temos milhares de fardamentos abandonados na Maternidade Brites de Albuquerque, os Agentes Comunitários de Saúde do Alto da Conquista não receberam fardamento este ano,” observa o vereador Ricardo Souza.

O vereador Irmão Biá anotou ainda as seguintes irregularidades: Profissionais não médicos transcrevem as receitas que são levadas para outras unidades para que médicos carimbem e assinem as solicitações para liberar os medicamentos, inclusive psicotrópicos; Falta material de limpeza; Bebedouro quebrado; Retorno de esgoto na copa; Agente de Saúde com mais de 500 famílias para atender e falta de medicamentos como losartana, pomada ginecológica, anlodipino, ácido fólico e metformina.

ÁGUAS COMPRIDAS

O vereador Irmão Biá também acompanhou a visita a Unidade de Saúde da Família onde existe apenas um médico e uma equipe trabalha desfalcada deste tipo de profissional. O posto de Águas Compridas tem uma cadeira de dentista instalada, porém falta o profissional. Não tem sala para os Agentes Comunitários de Saúde que despacham suas atividades na copa.

A sala de vacinas sofre com a constante falta de seringas, vacinas e agulhas para o atendimento pediátrico. A farmácia só atende em um

expediente por falta de funcionário e faltam medicamentos como metronidazol, ciclo 21, albendazol, mebendazol, entre outros.

“A limpeza só existe uma vez por semana graças a uma funcionária emprestada pelo posto do Alto da Conquista,” registra o vereador Irmão Biá. O presidente da Câmara, Jorge Federal, visitou o prédio ao lado ao posto de Águas Compridas, onde funcionou um núcleo de segurança e foi entregue a Secretaria de Saúde da Prefeitura para instalar a equipe de Agentes Comunitários de Saúde. “As instalações encontra-se abandonadas, o vidro da porta de entrada foi quebrado e houve furto de material,” informou Jorge Federal.

POLICLÍNICA DE RIO DOCE

A blitz dos vereadores também realizou uma visita surpresa às instalações da Policlínica de Rio Doce, na IV Etapa. O equipamento de saúde não possui assistente administrativo, não tem auxiliar de farmácia, não tem cota de exame como endoscopia, ultrasonografia, colonoscopia, ecocardiograma, ressonância magnética e tomografia computadorizada.

Faltam medicamentos como buscopan, aciclovir, metildopa, ácido fólico, prometazina, pomada ginecológica, amyrtril, entre outros. “Além dessas falhas, o ar-condicionado da farmácia não funciona e o aparelho de eletrocardiograma está parado por apresentar defeitos,” concluiu o vereador Jesuíno Araújo.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Vereadores criticam ausência do Governo de PE em audiência sobre Pan-Nordestina

Deu na Folha PE:

Os transtornos na avenida Pan Nordestina/rodovia PE-15, um dos principais corredores viários da Região Metropolitana do Recife, foi motivo de uma audiência pública na Câmara Municipal de Olinda, na manhã desta segunda-feira (22). De acordo com o Legislativo olindense, a discussão por si só já foi um avanço, porém lamentou-se ausência de representantes do Governo do Estado, gestão responsável pela manutenção da via, que corta os municípios de Olinda e Paulista.

"A audiência foi boa. Agora, o Governo do Estado não mandou nenhum representante", lamentou o vereador Vlademir Labanca (PTC), autor da proposição para a audiência pública. "Não sei qual foi qual foi o motivo. Vou reclamar por escrito. Isso é ruim. A sociedade quer uma resposta", complementou.

O parlamentar explicou que enviou convites para sete secretarias e órgãos da gestão estadual, entre eles a Secretaria das Cidades e o Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER-PE), instituições diretamente responsáveis pela manutenção da via e do sistema BRT (Transporte Rápido por Ônibus). "Até o governador recebeu o convite", garantiu Labanca. "O Executivo municipal também se comprometeu a abrir esse diálogo com o DER e a Secretaria das Cidades para ter um acompanhamento mais efetivo", disse.

Labanca ainda afirmou que vai entrar com um pedido de informação para saber quando houve a última manutenção na Pan Nordestina/PE-15. "Podia ser mais uma via de futuro, tanto para Olinda quanto para Paulista, mas existe um desordenamento muito grande. É tudo bagunçado. Vamos ver se até o fim dessa gestão do governador Paulo Câmara o Estado entrega a via completa", projetou.

O presidente da Casa, vereador Jorge Federal (PR) destacou as principais reivindicações dos usuários da Pan Nordestina/PE-15 presentes na reunião na audiência. "A maior reclamação é a falta de iluminação pública e de segurança, as ciclovias obstruídas, o lixo e os [difíceis] acessos às estações do BRT", elencou. "O Governo do Estado deveria ter enviado alguém para responder a essas reclamações", reforçou, engrossando o coro com Labanca.

Procurada pela reportagem, a Secretaria das Cidades (Secid) informou que a audiência não constava em sua agenda local. A Secid ressaltou que "participou de todas as audiências que foi convidada e que mantém um bom relacionamento com a Câmara dos Vereadores de Olinda e com o vereador autor da proposta, Vladimir Labanca". A pasta destacou, ainda, que, por meio do secretário Francisco Papaléo, vai procurar diretamente o vereador para discutir de que forma irá participar e auxiliar no assunto tratado.

Projeto tido como promessa de uma solução definitiva de tráfego entre os municípios de Paulista, Olinda e Recife - encampado por todos os governadores desde meados dos anos 1980, quando a pista única de mão-dupla começou a ser duplicada, a avenida Pan Nordestina/PE-15 está em construção e reforma há 30 anos e parece que não tem data para acabar. Conforme a reportagem pôde constatar em toda a extensão do corredor, além de muito mal cuidado, conta com inúmeros problemas, como trechos da pista danificados, que dificultam a fluidez principalmente do transporte público, e estações de BRT que não saíram do papel.

Insegurança pública, iluminação precária, muita sujeira - especialmente o mato alto, falta de sinalização, passeio público danificado e áreas sem calçada, acessibilidade e nem acostamento são outras reclamações. Isso sem contar o próprio conceito, que ficou defasado para necessidades que finalmente vêm sendo colocadas na ordem do dia, como as ciclovias.

Alguns dos problemas mais críticos e mais comuns são os danos no asfalto da pista exclusiva para ônibus. Em várias saídas de estações do BRT, a maioria no sentido Recife-Paulista, o piso também cedeu. Alguns ônibus trafegam fora da faixa exclusiva junto a outros tipos de veículos.