terça-feira, 30 de junho de 2009

Olinda: Mecânico morto com disparos de pistola

Vítima foi atingida pelos tiros a dez metros de sua oficina

ALEXANDRE FERREIRA

Um mecânico foi assassinado no final da tarde de anteontem, depois de uma discussão na porta do seu local de trabalho, uma oficina mecânica de sua propriedade localizada na rua 60, 4ª etapa de Rio Doce, Olinda. Marcos Antônio Correia de Almeida, 55 anos, foi morto com três tiros na cabeça. Segundo investigações da polícia, três homens chegaram ao local em um Gol preto, de placa não anotada, por volta das 17h. Um dos criminosos teria iniciado uma discussão com o mecânico. Alguns vizinhos informaram à polícia que eles tratavam de dinheiro. Em seguida, um dos homens teria sacado uma pistola 380. Nesse momento, Marcos Antônio saiu correndo sendo atingido cerca de dez metros de sua oficina.


Apesar de repassarem algumas informações para a polícia, as testemunhas do crime não souberam informar sobre as características físicas dos assassinos. Um sobrinho da vítima informou à polícia que na madrugada do crime seu tio estava muito assustado. “Ele disse que chegou em casa de madrugada e o tio aparentava estar muito assustado. Pediu para que ele entrasse logo em casa. Mas, segundo o rapaz, o tio não comentou nada para a família com relação a algum desentendimento”, disse o soldado do 1º Batalhão de Polícia Militar, José Fidelis. Os familiares não falaram com a Imprensa.


Logo após o assassinato, uma viatura realizou diversas rondas no bairro, chegando a deter dois rapazes que portavam uma pistola 7.65. Os dois jovens foram levados para a Delegacia de plantão de Casa Caiada. Um deles foi indiciado por porte ilegal de arma. O outro rapaz foi liberado. Os policiais deram continuidade às buscas, porém, não encontraram ninguém relacionado ao assassinato de Marcos Antônio.


Folha de Pernambuco

Olinda: Um passaporte carimbado pela arte


Diogo Barretto apresenta “Um Olhar Sobre o Mundo”


Diogo Barretto tem a sorte de apresentar um passaporte recheado de carimbos, adquiridos por meio das inúmeras viagens que fez com a sua arte ao redor do mundo. França, Egito, Itália, Croácia, Jordânia, Alemanha, Suíça e Portugal são países que ele visitou nos dois últimos anos e aproveitou para registrar através de suas lentes o novo e o exótico em cada um desses locais. O trabalho deu origem à exposição “Um Olhar Sobre o Mundo”, que entra em cartaz a partir de hoje, às 19h, no restaurante Maison do Bomfim, em Olinda. Esta é a primeira individual de Barretto.


Prestes a se graduar em arquitetura, o fotógrafo observou os aspectos culturais de cada país, usando na concretização de seu olhar uma forma essencialmente geométrica, supostamente natural devido à sua formação. Segundo o fotógrafo, sua visão se ateve ao aspecto documental da fotografia, em vez de explorar um lado mais abstrato. “Como produto desse processo subjetivo, ficaram as fotos, materializações da minha intuição, que serviram a minha consciência durante a busca por sua essência e agora são suportes que retratam a minha forma única de ver o mundo”. A mostra fica em cartaz até o dia 31 de julho.


Serviço
“Um Olhar Sobre o Mundo”, de Diogo Barretto
Maison do Bomfim - Rua do Bomfim, 115, Carmo, Olinda
Abertura: Hoje, às 19h
Entrada Franca
Informações: 3429-1674



Folha de Pernambuco

.

Acesse: www.olindaurgente.com.br
no Portal O Nordeste.com: www.onordeste.com

.

Adolescente é morto com 12 tiros, dentro de casa, em Olinda

O crime acoonteceu no bairro de Jatobá, na madrugada desta segunda-feira

Da Redação do pe360graus.com

Um adolescente foi morto com 12 tiros, na madrugada desta segunda-feira (29). Ullysses Hegon Novais do Nascimento, 19 anos, foi morto dentro de casa, no bairro de Jatobá, em Olinda, Região Metropolitana do Recife.

De acordo com a polícia, Ullysses Novais era viciado em maconha e crack e morava com uma mulher, que fugiu depois do crime. Ainda não há informações sobre a autoria ou motivação do assassinato. O caso foi registrado pela Força Tarefa Norte.

.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Olinda: Lentidão chega aos Juizados Especiais de Pernambuco


(foto 1)

(foto 2)
Fotos: TV Globo

Quem procura o serviço, criado para dar celeridade à Justiça, espera anos para saber o resultado da sentença

Da Redação do pe360graus.com

A lentidão chega aos Juizados Especiais, que foram criados justamente para dar rapidez ao julgamento de pequenas causas. Quem procura o serviço espera anos para saber o resultado da sentença.

A advogada Valquíria Moura ficou revoltada. Ela entrou com uma ação no juizado especial, em Olinda, contra a Compesa. Esperava uma decisão judicial rápida, o que não aconteceu. A audiência de conciliação ocorreu no dia 7 de maio. Não houve acordo entre o cliente dela e a empresa pública. E a sessão em que será divulgada a sentença do juiz sobre o caso foi marcada para outubro de 2011.

"Significa que os processos ficam acumulados, as partes saem prejudicadas. Ou seja: o que é proposto não é feito", reclama.

O caso de Valquíria não é isolado. Milhares de pessoas enfrentam a mesma situação. Na sala da secretaria do Juizado Especial de Execuções quase não há mais espaço para os funcionários trabalharem. Os processos que estão com algum tipo de pendência para serem concluídos não cabem mais nas estantes. Estão espalhados no chão ou sobre as mesas (foto 1).

Pernambuco tem 37 juizados especiais, que julgam causas em que os valores envolvidos ficam abaixo de 40 salários mínimos, ou seja, R$ 18.600. Em alguns deles, atualmente, audiências de instrução, em que as partes envolvidas no processo não chegam a um acordo, só estão sendo marcadas para 2012.

Os juizados especiais foram criados em 1995, substituindo os de pequenas causas, para dar mais rapidez no andamento dos processos. Mas, atualmente, esses juizados especiais estão longe de cumprir a função para a qual foram criados.

"Isso deve-se ao número de processos, que tem aumentado significamente e, em contra prestação, não tem havido a melhora em termos de infraestrutura. Estamos programando implantar, ainda nesta gestão, a audiência una em todos os juizados especiais. Ela prevê que, em um mesmo momento, há a conciliação e, em não havendo acordo, segue-se a instrução. Então acaba a dupla pauta de audiências", afirma o coordenador dos Juizados Especiais, João José Targino (foto 2).


.

sábado, 27 de junho de 2009

Olinda: Trânsito caótico no Jardim Atlântico

Um trânsito caótico I

“Enquanto dois guardas de trânsito de Olinda fiscalizam o final da Avenida Fagundes Varela com a Rua Pedro Álvares Cabral, em Jardim Atlântico, o trânsito continua um caos em frente ao Colégio Santa Emília, no mesmo bairro”, denuncia um leitor. Diz ainda que, todos os dias, entre 6h e 8h da manhã, transitar por aquela via transformou-se num “teste de nervos”. Pais e mães dos alunos fazem filas dupla em frente ao colégio.

Um trânsito caótico II

Assim, estes pais de alunos desrespeitam o direito de ir e vir de outros cidadãos, contribuintes do município. O pior é que não há fiscalização dos agentes de trânsito de Olinda. Quem controla o trânsito naquele trecho são os funcionários da escola.


Folha de Pernambuco – Coluna de Robson Sampaio

.

Olinda: Nádia Maia, Beto Ortiz e o sanfoneiro Camarão fazem show gratuito neste sábado


Nádia Maia

Beto Ortiz

Camarão

Eles apresentam seu forró na Casa da Rabeca, a partir das 20h

Da Redação do pe360graus.com

Depois do concurso que elegeu e premiou as melhores quadrilhas matutas, a Casa da Rabeca dá continuidade à sua programação junina com shows gratuitos de artistas renomados no cenário da música regional pernambucana. Antigas e novas gerações de forrozeiros sobem ao palco na noite deste sábado (27).

A tradição do forró vem representada pelo sanfoneiro Camarão, Patrimônio Vivo do Estado, com mais de 60 anos de carreira e quase 30 discos gravados. Sua trajetória começou em Caruaru, veio para o Recife e tomou o Brasil, acompanhando artistas como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Santanna e Marinês. O repertório conta o ritmos como xote, xaxado, baião e forró.

Da nova geração, os representantes são Nádia Maia e Beto Ortiz. Nádia se apresenta seus dois últimos trabalhos, o “Ao Vivo na Sala de Reboco” (2008) e “Ao Vivo na Casa da Rabeca” (2009), no qual homenageia o Mestre Salustiano e os poetas Vanildo de Pombos e Onildo Almeida.


SERVIÇO :
Forró de Salu 2009

Quando: Sábado (27), a partir das 20h
Onde: Casa da Rabeca do Brasil - Cidade Tabajara, Olinda.
Entrada franca e estacionamento gratuito com segurança.
Mais informações: (81) 3371-8246 - Site: www.casadarabeca.com.br


.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Maratona do Forró em Olinda começa na sexta e só termina no domingo

A festa será no Fortim do Queijo; 10 atrações apresentam o melhor do forró pé-de-serra

Da Redação do pe360graus.com

Os festejos juninos ainda agitam as noites de Olinda e o Fortim do Queijo é palco, nesta sexta-feira (26), da Maratona do Forró. A festa, começa às 16h e tem previsão para seguir até 1h do domingo (28).


que vão reverenciar o autêntico forró pé-de-serra. O objetivo é divulgar a valorizar o autêntico forró pé-de-serra, um dos ritmos mais tradicionais do Nordeste e que embala os festejos juninos.

Serão, ao todo, 10 atrações: Eduardo Anísio e banda Jaqueta de Couro; Banda Pegapakapá; Ivan Ferraz e Banda Forró Verso e Viola; Banda Kartucho; Luizinho Calixto; Banda Baião de 6; Dudu do Acordeon; Aracílio Araújo e Banda Forró sem Fronteiras; Irah Caldeira e o forrozeiro João Paulo Júnior.


SERVIÇO:
Maratona do Forró
Quando: de sexta (26), 16h, até domingo (28), 1h
Local: Fortim do Queijo, Olinda

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Olinda: Jardim Atlântico completamente abandonado

Cara,

Eu vi teu blog e lembrei dos tempos que você era editor da Folha de Pernambuco. Faz tempo pra caramba. Trabalhei contigo mais ou menos em 1987/88. Muito interessante essa sua preocupação com Olinda. Apesar de ser sertanejo (Araripina), sempre gostei muito de Olinda, mais do que do Recife. Tanto que comprei um apartamento em Jardim Atlântico, para veraneio. Só lamento que um bairro tão bonito (muitas casas boas) esteja completamente abandonado pelos prefeitos e quase não exista ruas urbanizadas, e vejo essa dificuldade agora no inverno.

Um abraço!

Sandro Moraes
Advogado/Escritor/Jornalista.


.

Olinda: Sinal atrapalhando o trânsito nos Bultrins




Prezado colega

Parabéns pelo blog.

Envio, em anexo, 3 fotos do mesmo semáforo, localizado na Av. que beira o canal dos bultrins (não sei o nome).

O semáforo em questão está a 4 dias atrapalhando o trânsito, informando aos motoristas para parar, sempre parar e permanecer parado, porém, alguem tomou a iniciativa e colocou uma placa informando o fato.

Por favor dê uma divulgada em seu blog.

Abraços


Hermano Otávio



Nota do OLINDA URGENTE: O sinal está localizado na Avenida Chico Science, antiga Estrada dos Bultrins.
.

Acesse: www.olindaurgente.com.br
no Portal O Nordeste.com: www.onordeste.com

.

Olinda: Arrastapé do munguzá


Na Sexta-Feira, 26 de Junho o bloco de São João olindense (isso mesmo) Arrastapé do Mungunzá dispara pelas ladeiras ao som da sanfona, triângulo e zabumba, saindo da Praça São Pedro (concentração às 20:00hs).

O Arrastapé do Mungunzá é uma iniciativa de Zuza Miranda e Thaís, moçada de tradição nos blocos carnavalescos da cidade, que cansados de não ver nada acontecer no São João de Olinda, resolveram inventar e começaar um belo arraiá em bloco, na melhor das tradições carnavalescas.

O repertório, é claro, é de São João, viu Bacurau…

Vê se não vai pra lá com pistolinha d’água, né mané?

Não estamos em Fevereiro, e Olinda está apenas abrindo uma concessão para as Festas Juninas, que nunca foram tradição por lá.

Mas quer saber? Até que Olinda anda se saindo bem nesse São João, com suas pequenas e simpáticas movimentações, muito atrativas para quem não tá afins de se meter em grandes parques pra curtir forró elétrico.

E bora, que a fogueira tá queimando.

Oxên… É o Gonzagão é?

Arrastapé do Mungunzá
Local: São João
Data: sexta-feira, junho 26 2009
Hora: 8:00pm
Cidade: Bacurau.com.brin Olinda, PE
Local: Praça de São Pedro
Endereço: Praça de São Pedro, Carmo
País: BR
Ingresso: Grátis
Censura: Todas as Idades



http://bacurau.com.br/2009/06/arrastape-do-mungunza-em-olinda/
.

Olinda: Bairro Novo - Bairro dos assaltos

Os moradores e comerciantes de Bairro Novo, em Olinda, estão cada vez mais preocupados com a violência que afeta a população. Os assaltantes agem a todo tempo, com a certeza da impunidade que lhes é garantida pela ausência da repressão policial. Gostaríamos de cobrar a segurança que nos é garantida pela Constituição Federal, pois o estado está alheio aos nossos problemas. Gostaria de falar diretamente ao secretário de Defesa Social, que como secretário de uma pasta tão importante, precisa trabalhar mais, pois a segurança pública de Pernambuco está muito deficitária. Precisamos de ações concretas que venham resolver ou até mesmo amenizar os nossos problemas com a segurança.


Alexsandro Barros - Olinda



http://www.diariodepernambuco.com.br/2009/06/25/Cartas.asp

Olinda: Esgoto irregular no Jardim Atlântico

Nós, moradores da Rua Cala dos Pântanos, bairro de Jardim Atlântico/Inocoop, Olinda, apelamos à prefeitura, através dos órgãos competentes, que faça uma visita a esta rua, no sentido de orientar o morador do nº 343, que fez a saída de um esgoto de sua residência para a rua (isso faz tempo), prejudicando a todos nós que residimos abaixo desse número. Além do empoçamento, favorecendo a dengue, temos a fedentina e o surgimento de capim nas brechas da pavimentação, tornando difícil a sua retirada. Por azar, a água acumula em frente a uma escola de ensino infantil. Vale ressaltar que é um conjunto privilegiado com saneamento básico, ruas pavimentadas e recolhimento regular do lixo. Como tal, é só o esgoto ser direcionado para a rede já existente.


Manoel Francisco - Olinda



http://www.diariodepernambuco.com.br/2009/06/25/Cartas.asp

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Olinda: Ex-vereador Nequinho fala sobre Peixinhos

video

OLINDA URGENTE inicia com um depoimento do ex-vereador Manoel Pereira, o Nequinho, uma série de reportagens sobre a história de Peixinhos. Aguardem.

Vídeo: Jota Neto.


.

Olinda: Assassinado em caixa eletrônico

Manoel Guimarães

Um homem morreu após ter sido baleado na tarde da última segunda-feira. José Lourinaldo Pessoa de Oliveira, de 24 anos, tinha se dirigido a uma agência bancária para sacar dinheiro, quando dois homens o abordaram exigindo que ele repassasse o valor retirados do caixa eletrônico. Como o rapaz teve uma reação ao assalto, um dos bandidos que estava armado puxou o gatilho. O rapaz ainda foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, mas morreu na unidade de saúde.

O crime ocorreu na agência do Banco do Brasil da avenida Getúlio Vargas, no Bairro Novo, em Olinda, Região Metropolitana do Recife. Por volta das 16h20, José Lourinaldo, morador da rua Juventina Bezerra de Lima, no bairro de Santa Tereza, Olinda, se dirigiu a um caixa eletrônico daquela agência e sacou uma quantida em dinheiro não revelada. Um homem não identificado o abordou na frente do banco e anunciou o assalto. Ele puxou a bolsa de José Lourinaldo, que tentou pegá-la de volta. Um comparsa avistou a cena e sem titubear disparou contra a vítima, que foi atingida no tórax. Os ladrões fugiram com o dinheiro do rapaz.


Folha de Pernambuco

Olinda: Baleado por cobrar dívida de pedreiro

Manoel Guimarães

Um homem foi baleado na noite da última segunda-feira numa área conhecida como Areal, localizada próxima à feira do bairro de Peixinhos, em Olinda, Região Metropolitana do Recife. A vítima, Sidney Silva de Souza, 22 anos, contou que tinha ido cobrar uma dívida com um rapaz chamado Eduardo, conhecido como Du ou Edu, por volta das 22h15. Após o locatório negar que faria o pagamento, ocorreu uma discussão entre eles. O acusado, então, teria sacado uma arma e atirado contra Sidney. Duas balas atingiram o rapaz. O atirador fugiu.


A vítima caiu no chão e foi socorrida por familiares, que moram próximos àquela área, no mesmo bairro. Consciente, Sidney deu entrada no Hospital da Restauração, no Recife, por volta das 23h. Segundo a vítima, Eduardo trabalharia como pedreiro. Ele alegou que foi ao local para realizar a cobrança referente ao dinheiro do aluguel de uma moto. O veículo pertencia ao próprio Sidney, que o havia alugado para o pedreiro. O autor dos disparos fugiu com a moto e não foi encontrado pelos policiais. O caso será investigado pela Delegacia de Peixinhos.



Folha de Pernambuco
.

Missa e procissão em Olinda lembram dia de São João


Em entrevista ao Bom Dia Pernambuco desta quarta-feira, o pároco da Igreja de São João, Dom Marcelo Gomes, explicou as origens da festa e das comidas típicas


Da Redação do pe360graus.com


Uma procissão e uma missa vão lembrar o santo católico homenageado neste feriado do dia 24 de junho: o dia de São João será comemorado também no seu sentido religioso, a partir das 18h30, no bairro do Amparo, em Olinda.

O pároco Dom Marcelo Gomes (foto), explica que o cortejo vai partir da Casa de Nossa Senhora, porque o teto da Igreja de São João dos Militares desabou no último dia 25 de maio. “A capela fica próxima a nossa igreja e a missa também será celebrada lá”, explicou.

Em entrevista ao Bom Dia Pernambuco desta terça-feira (23), o religioso contou como surgiu a tradição dos festejos juninos. São João Batista é filho de Zacarias e Isabel, prima de Maria, que já era velha quando o concebeu. Ela teria acendido uma fogueira para comemorar o nascimento dele e avisar Maria.

“João significa ‘Javé é bondoso’, porque a bondade de Deus se revela a Isabel e Zacarias, já idosos, quando o anjo Gabriel aparece para eles e anuncia que seriam pais”, diz Dom Marcelo Gomes. “Maria visita Isabel depois da visita do anjo, quando ela já estava esperando há seis meses a criança”.

São João é chamado Batista porque é o precursor do batismo na água. “Ele dizia que Jesus era muito maior do que ele e que aquele batismo era apenas a preparação, porque Jesus viria batizar com o Espírito Santo e com o fogo”, explica o pároco.

“Daí também surgiu toda essa simbologia dos fogos, da fogueira, da bandeira, das comidas típicas... São João se alimentava de gafanhotos e mel silvestre, que eram comuns na sua região. Na época de São José as pessoas plantam milho no último dia para colher três meses depois, justamente no período de São João”.

.

Olinda: Programação cultural e dos festejos juninos

24/06
QUARTA-FEIRA
- Ensaio de Frevo 19h Pitombeira dos 4 cantos Rua 27 de Janeiro -

Forró de Salu (Rogério Rangel, Terezinha do Acordeon, Dinda Salú e Lia de Itamaracá) 20h Casa da Rabeca Rua Curupira 125 - Cidade Tabajara 3371-8246

Mestres do Coco e convidados 20h Rua dos Pescadores Amaro Branco 9977-5297

Forró do Virgulino 22h Virgulino Cachaçaria Rua do Sol, 319 - Carmo 8898-6878



25/06

QUINTA-FEIRA
- Prudente Arte o Ano Inteiro (ateliês abertos e exposição) 10h às 21h Ateliês diversos Rua Prudente de Moraes 9952-4506

Confraria da Seresta 19h Bar Cantinho da Sé Alto da Sé 9972-9229

Ensaios do Maracambuco 19h Peixinhos Av. Presidente Kennedy, 1228, ao lado do posto ELLO 3493-1590

Grupo Pedacinho do Choro 19h às 23h Bodega de Véio Rua do Amparo 3429-0185

Projeto Batuqueiros do Amanhã 20h GRES Preto Velho Alto da Sé 8898-6878


Bagacinho (Forró Pé-de-serra) 20h Bagacinho Restaurante Av. Min. Marcos Freire, nº 697, Bairro Novo 3439-5515



26/06
SEXTA-FEIRA
- Mirabilândia A partir das 14h Mirabilândia Park Av. Agamenon Magalhães, S/N 3207-8000/
3427-1111

Projeto Cadeiras na Calçada (música, artesanato...) e oficinas de forró a partir das 20h 18h Ateliê da Barbearia Rua Prudente de Moraes, 444 - Quatro Cantos 3429-7751

Vinil na Licoteria 19h30 Licoteria Noctívagos Rua de São Bento, s/nº, Varadouro -

Forró de Salu (Sintonia Pé de Serra e concurso de quadrilhas juninas) 20h Casa da Rabeca Rua Curupira 125 - Cidade Tabajara 3371-8246

Bagacinho (Forró Pé-de-serra) 20h Bagacinho Restaurante Av. Min. Marcos Freire, nº 697, Bairro Novo 3439-5515

Almir Gafanhoto (MPB ao vivo) 20h Recanto do Lemu's Av. Min. Marcos Freire, nº 491, Bairro Novo 3439-5217

Salsa na Sexta (música latina com DJ NK Cumbia) 21h Virgulino Cachaçaria Rua do Sol, 319 - Carmo -

Roda de Samba com o grupo "Spirit Samba" 21h30 Capitania Forneria & Mar Rua Eduardo de Morais, nº 25, Bairro Novo 3429-8970

Serenata de Olinda - Seresteiros de Olinda 22h Praça João Alfredo (concentração) Pátio da Igreja de São Pedro 9178-6079



27/06
SÁBADO
- Mirabilândia A partir das 15h Mirabilândia Park Av. Agamenon Magalhães, S/N 3207-8000/
3427-1111

Ensaio da CIA Brasil por Dança (Frevo 15h GRES Preto Velho Alto da Sé 8898-6878

Andréia Luiza (MPB ao vivo) 15h30 Recanto do Lemu's Av. Ministro Marcos Freire, nº 491, Bairro Novo 3439-5217

Festa de São Pedro com Maciel Salu e Luiz Paixão 19h Bodega de Véio Rua do Amparo -

Ensaio de Frevo 19h Pitombeira dos 4 cantos Rua 27 de Janeiro -

Almir Gafanhoto (MPB ao vivo) 19h Recanto do Lemu's Av. Min. Marcos Freire, nº 491, Bairro Novo 3439-5217

Noite Cultural (ciranda, coco, afoxé) 19h GRES Preto Velho Alto da Sé 8898-6878

Grupo Pedacinho do Choro 19h às 23h Bodega de Véio Rua do Amparo 3429-0185

Forró de Salu (Nádia Maia, Beto Ortiz, Camarão e Dupla de violeiros - Zé Galdino e Tindara) 20h Casa da Rabeca Rua Curupira 125 - Cidade Tabajara 3371-8246

Bagacinho (Forró Pé-de-serra) 20h Bagacinho Restaurante Av. Min. Marcos Freire, nº 697, Bairro Novo 3439-5515

Recanto Universitário (DJ Jadson e Grupos de Pagode) 21h Clube Atlântico de Olinda Av. Sigismundo Gonçalves, Praça do Carmo 8837-4208

Sábado da Paquera (Beto do Violão e Banda, pagode e forró) 21h Manicômico Club Av. Beira Mar de Olinda, logo após a Praça do Fortim 3439-1862



28/06
DOMINGO
- Cantos Gregorianos 10h Mosteiro de São Bento Rua de São Bento, s/nº, Varadouro 3316-3288

Afoxé Alafin Oyó (oficina com crianças e adultos) 14h Fábrica do Carnaval Rua Joaquim Nabuco, Varadouro 3439-4527

Mirabilândia A partir das 15h Mirabilândia Park Av. Agamenon Magalhães, S/N 3207-8000/
3427-1111

Domingo do Guetto 16h Manicômico Club Av. Beira Mar de Olinda, logo após a Praça do Fortim 3439-1862

Afoxé Alafin Oyó (ensaio) 14h Fábrica do Carnaval Rua Joaquim Nabuco, Varadouro 3439-4527

Domingo Surf Music com DJ Yuri (músicas e vídeos de esportes radicais) 18h Casarão 18 Praça de São Pedro 8600-1250

Ensaio Geral da Escola de Samba Preto Velho 19h GRES Preto Velho Alto da Sé 8898-6878

Forró de Salu (Território Nordestino, Ed Carlos e Ciranda Pernambucana) 20h Casa da Rabeca Rua Curupira 125 - Cidade Tabajara 3371-8246



29/06
SEGUNDA-FEIRA
- Ensaio Geral de Danças Populares com Adriana do Frevo 18h às 21h Clube Vassourinhas Largo do Amparo 9206-1532

Ensaio de Frevo 19h Pitombeira dos 4 cantos Rua 27 de Janeiro -

Coco do Pneu (Homenagem a São Pedro) 20h Rua do Bom Jesus Amaro Branco 9977-5297



30/06
TERÇA-FEIRA
- Terça do Vinil (noite retrô com músicas de Lp's antigos) 19h às 23h Bodega de Véio Rua do Amparo 3429-0185

Ensaio de Frevo 19h Pitombeira dos 4 cantos
Rua 27 de Janeiro -

Projeto Batuqueiros do Amanhã 20h GRES Preto Velho Alto da Sé de Olinda 8898-6878

EVENTOS EM OLINDA - GUIA DE TURISMO E CULTURA é uma publicação da Diretoria de Turismo
da Secretaria de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia.
Para comentários, críticas ou sugestões, entre em contato com a gente.

Rua Prudente de Morais, Nº 472 - Carmo - Olinda - Pernambuco | CEP 53020-140
e-mail: olindaeventos@gmail.com - Fone: (81) 3305.1060
Portal da Prefeitura de Olinda: www.olinda.pe.gov.br


.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Jaca é atração nos pratos das cozinhas estreladas de Olinda

POR PEDRO LANDIM, RIO DE JANEIRO

Rio - Estava esperando essa oportunidade para desabafar. São poucas palavras, mas que podem salvar uma vida. Acreditem, o perigo é amarelo e vem do alto. Esse mesmo que agora escreve já se deparou com o vidro do carro espatifado e uma jaca monstruosa esparramada no banco de trás, em pacata rua do Jardim Botânico. Depois de 10 meses o cheiro saiu. Está rindo? Pois ouve só o que disse o chef pernambucano César Santos quando contei minha história trágica:

“Huum... Quando a ela cai madura do pé e se abre no chão é a melhor coisa do mundo. Hoje em dia são raras as oportunidades de se comer a jaca assim”.Três segundos para respirar. Precisamos encarar nossos fantasmas. Atirei o cardápio na mesa e olhei nos olhos do garçom: “Para mim, um Jacamarão a Cícero Dias”, afirmei, ao pedir o prato de camarão com molho de jaca, queijo coalho e arroz de coentro inventado por César no famoso Oficina do Sabor, em Olinda.

E foi assim, tendo como testemunha o sol que escorregava por trás das igrejas, que me reconciliei com a enigmática fruta de origem indiana, chamada pelos cientistas de Artocarpus Interglifoliam. “A jaca é amada ou odiada. Ao natural, é aconselhável comer de manhã, para melhor digestão”, alerta o chef César. No
restaurante, ele usa a compota, conforme ensinou na receita de hoje. “Utilizo os cubos de queijo frescal ou coalho para suavizar o doce”, ensina. E diz que considera as frutas em geral muito poderosas para a gente ficar apenas
mordendo e fazendo suco.

Nos restaurantes de Olinda, toda a ‘tropicalidade’ do litoral nordestino acaba nas mesas, como percebe quem já provou delícias como o filé de peixe com molhos de melado e laranja, purê de jerimum e couve frita do Marim (81-3429-8762), ou o camarão servido dentro do coco verde do Flor do Coco (81-3439-1749). São sabores,
e sobretudo cores retratadas nas telas de Cícero Dias (1907-2003), artista pernambucano que ganhou o mundo sem jamais perder o amor pela jaca. O prato foi criado pelo chef em sua homenagem, e eu me rendo. Vou mudar o carro de vaga e ser feliz.

JACAMARÃO A CÍCERO DIAS

INGREDIENTES
12 camarões médios
100 ml de azeite de oliva
100 g de queijo de frescal ou coalho em cubos
200 ml de leite de coco
50 g de manteiga
1/2 cebola em tirinhas
150 ml de doce de jaca
1 colher de sobremesa de mostarda amarela

PREPARO
Tempere os camarões com sal e pimenta do reino e leve uma frigideira ao fogo com um pouco de azeite. Deixe esquentar e salteie os camarões levemente. Reserve-os numa travessa. Em uma panela, jogue o restante do azeite, junte com a manteiga, refogue a cebola e acrescente o leite de coco e o doce de jaca. Tempere com a
mostarda, sal e pimenta. Desligue o fogo e acrescente o queijo. Misture com cuidado, adicione os camarões e sirva com o arroz de coentro.


http://odia.terra.com.br/portal/viagens/html/2009/6/jaca_e_atracao_nos_pratos_das_cozinhas_estreladas_de_olinda_19353.html


.

História, folclore, arquitetura e boa comida são destaques em Olinda


História, folclore, arquitetura, boa comida, gente animada e um charme incomparável: Olinda não precisa mesmo de mais nada. Foto: Divulgação


Rio - A antiga capital de Pernambuco, a Cidade das Sete Colinas é completamente diferente da capital atual. Ela cede de boa vontade ao Recife a vitalidade econômica, mas conserva com ciúmes seu fabuloso patrimônio arquitetônico, reconhecido pela Unesco e declarado Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. Seu centro histórico, totalmente construído pelos portugueses depois da passagem dos holandeses em 1631, revela uma profusão de estilos (do século 17 ao século 19).

Olinda cultiva tradições antigas e assume com orgulho seu charme provinciano. Seus habitantes mantêm ainda o hábito de conversar com seu vizinho na janela ou na porta de casa. A cidade revela seus encantos à medida em que circulamos por suas ladeiras e ruelas tortuosas. Dona de um carnaval animadíssimo, Olinda permite reviver os esplendores do passado ao som do frevo e diversos outros ritmos irresistíveis, como o maracatu. Não tem como não se encantar.

Uma das marcas do carnaval de Olinda são os bonecos gigantes (chegam a medir 3,6 metros de altura e pesam cerca de 50 kg), que passam pelas ruas da cidade arrastando milhares de foliões fantasiados e coloridos. São quatro dias de folia invadindo as ruas e ladeiras estreitas da Cidade Alta. Nesta época, todos se misturam: pobres e ricos, velhos e moços, turistas e nativos. O que vale é participar da festa e se divertir!

Ótimas companhias para conhecer Olinda, os guias mirins explicam e contam de maneira divertida e rimada a história da cidade, mas, para conhecer melhor, contrate um guia credenciado. Aproveite: do alto de suas ladeiras, observam-se praias, coqueiros e a bela arquitetura local. Prestando mais atenção, ao fundo encontra-se o Recife, com seu imenso mar azul e localizado a apenas 6 km de Olinda.


FREVO
A palavra frevo vem do verbo ferver. É um ritmo pernambucano derivado da marcha, do maxixe e da capoeira e caracteriza-se pelo ritmo acelerado. Segundo alguns, o frevo é a única composição popular em que a música nasce com a orquestração. Acredita-se que sua origem vem das bandas de música, dobrados e polcas. Além disso, o passo representa uma mistura de danças de salão europeias, como o balé e a dança dos cossacos.

O QUE VER E FAZER

IGREJA DA SÉ
Largo da Sé, s/nº, tel.: (81) 3271-4270 — diariamente de 8h às 12h e 14h às 17h. Construída em 1537 tinha, inicialmente, uma arquitetura muito simples. Após um grande incêndio, consequência de lutas contra a presença holandesa em Pernambuco, a igreja ficou destruída. Na segunda metade do século XVII, foi reconstruída e hoje é a Catedral do Arcebispado de Olinda e Recife. Possui um mirante no largo da igreja com uma vista linda da cidade.

IGREJA DE NOSSA SENHORA DA MISERICÓRDIA
Alto da Misericórdia, s/n° — diariamente de 8h às 12h e 14h às 18h. Missas dom, 7h30; seg a sáb, 6h20. O Hospital da Santa Casa da Misericórdia foi fundado antes de 1540. Em 1631, igreja e hospital foram incendiados pelos holandeses, tendo sido restaurados a partir de 1654. Várias datações marcam as sucessivas construções parciais do conjunto. Observe na sacristia um magnífico lavabo em pedra de cantaria portuguesa.

MOSTEIRO DE SÃO BENTO
Rua de São Bento, s/n°, Varadouro — de 8h30 às 11h30 e 14h30 às 17h; aos sábados tem missas às 6h30 e às 18h. O Mosteiro de São Bento é o segundo construído em terras brasileiras. Sua construção data do século XVI e possui uma característica peculiar que é a de São Bento ser, ao mesmo tempo, padroeiro da Abadia e do Mosteiro. O Mosteiro de São Bento não passou despercebido aos invasores holandeses e foi destruído pelos mesmos em 1631. Por esse e por outros motivos, o Mosteiro não possui um estilo arquitetônico definitivo. A fachada da igreja é composta por um brasão e uma torre sineira do século XVIII.

Destaca-se também o requintado altar-mor, com elementos do barroco brasileiro. Todo em madeira revestida de ouro, no trono principal do altar encontra-se a imagem do patriarca São Bento. A sacristia conventual é a mais rica das igrejas de Olinda, com elaboradas talhas douradas, espelhos de cristais e painéis, mostrando a vida penitente de São Bento. Suas portas são almofadadas em alto-relevo e emolduradas em pedra.

IGREJA E CONVENTO DO CARMO
Praça do Carmo, s/nº, tel.: (81) 3439-1988. Missa domingo, às 11h. Construída na metade do século XVII, sua arquitetura caracteriza a renascença brasileira. Foi a primeira igreja da Ordem dos Carmelitas a ser construída no
Brasil.

CONVENTO DE SÃO FRANCISCO
Rua de São Francisco, 280 Tel: (81) 3429-0517. Seg a Sex 7h às 12h e 14h às 17h e Sáb 7h às 12h. No claustro, painéis de azulejos retratam a vida de São Francisco. Por toda parte podemos observar ladrilhos decorativos e um altar magnífico. Outras três capelas fazem parte do convento: Nossa Senhora de Sant’Ana, Nossa Senhora das
Neves e Capela da Ordem Terceira de São Francisco.

IGREJA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DOS HOMENS PRETOS DE OLINDA
Largo do Bonsucesso, 45 Tel.: (81) 3439-2495. Foi a primeira construída por negros. No altar principal encontra-se uma imagem rara de Moisés negro. É possível observar ossadas de escravos sepultados.

MUSEU DE ARTE SACRA
Rua Bispo Coutinho, 726, Alto da Sé, tel.: (81) 3429-0032. De seg a sex, das 8h às 14h. O prédio abriga atualmente a riquíssima arte sacra do Estado de Pernambuco, contudo o local já abrigou a Casa da Câmara do Senado de Olinda e o Palácio Arquiepiscopal. Foi construído em 1676 e reconstruído no século XIX. O acervo reúne peças religiosas do século XVI ao atual, incluindo importantes exemplares de arte popular contemporânea. No andar térreo, estão expostos painéis fotográficos que documentam a história, a evolução e a paisagem única de Olinda.

MUSEU REGIONAL DE OLINDA
Rua do Amparo, 128, tel.: (81) 3429-0018. Ter a sex, das 9h às 17h. Visitas guiadas caso haja interesse, passando por belos mobiliários de jacarandá (séc 17 a 19), cômodos em estilo D. João V, maravilhosos lustres e candelabros de cristal Baccarat.

MUSEU DO MAMULENGO
Rua de São Bento, 344, Sítio Histórico de Olinda, tel.: (81) 3429-6214. Ter a dom, das 9h às 17h. Mamulengos são bonecos, os famosos fantoches. Sempre muito coloridos e pitorescos, eram feitos de madeira e pano e datam até o século 19, sendo muito utilizados no teatro popular de rua. O museu possui acervo com mais de 1.500 bonecos, sendo alguns do século 18. As exposições são sazonais e temáticas.

MERCADO DA RIBEIRA
Rua Bernardo Vieira de Melo, s/nº. O Mercado da Ribeira foi construído no final do século XVII. O mercado foi
restaurado no estilo original (edificação do Brasil colonial) e nele encontramos diversas galerias de artesanatos, oficinas de entalhadores, gravuras e pinturas.

PRAIA DO BAIRRO NOVO
Praia urbana com cerca de 3km de extensão. A mais frequentada por famílias e a mais procurada por turistas que visitam a cidade. Conta com infra-estrutura de pousadas, bares e restaurantes, em sua maioria especializados em frutos do mar.

RUA DO AMPARO
Repleta de restaurantes, pousadas e bares, museus e ateliês. É o endereço onde você encontra de tudo. Vale a pena dar uma volta por essa estreita rua de paralelepípedos.

UM POUCO DA HISTÓRIA
A beleza de Olinda faz jus ao nome. Conta-se que, quando o português Duarte Coelho Pereira lá aportou em 1535, se encantou com o lugar entre a colina, o mar e um porto natural protegido por recifes de coral. “Ó linda situação para se construir uma vila”, teria dito o donatário da Capitania de Pernambuco. Após sua fundação, o povoado de Olinda prosperou comercialmente e enriqueceu, elevando-se a categoria de Vila no ano de 1537.

A partir daí, foi construída grande parte dos monumentos mais importantes da cidade. Olinda foi também um dos centros mais importantes do período colonial brasileiro graças à cana-de-açúcar. Em 1630 os holandeses
conquistaram a cidade, incendiaram e mudaram a capital para Recife. Sua capitania só se recuperaria em meados do século XVII, momento em que Olinda foi elevada à categoria de cidade.

Servidor da Receita morto em Olinda será enterrado esta tarde

Do JC Online
Com informações da Rádio Jornal

Será enterrado às 14h no Cemitério de Beberibe, na Zona Norte do Recife, o corpo do servidor da Receita Federal José Geraldo da Silva, 51 anos. Ele foi encontrado morto com um tiro na cabeça, nessa segunda-feira (22), na casa da sogra, em Peixinhos, Olinda

A vítima estava na casa com a esposa e três filhos, a sogra, um cunhado e uma cunhada quando ocorreu o incidente. Familiares não souberam explicar ao certo o que aconteceu. Eles chegaram a dizer à polícia que a vítima havia sofrido um acidente.

O funcionário da Receita Federal trabalhava no órgão público há mais de 30 anos, segundo os familiares.


.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Olinda: Forró do Virgulino


Clique para ampliar a imagem.


Título: FORRÓ DO VIRGULINO
Data: 24/06/09 22:00
Endereço: VIRGULINO CACHAÇARIA - RUA DO SOL 379 - OLINDA


.

Olinda: Situação precárias nas ruas de Casa Caiada e Jardim Fragoso

Bom dia, Ivan. Venho lendo o blog há algum tempo e resolvi
falar da situação precária das ruas em Casa Caiada/ Jardim Fragoso.

Ficamos com muita esperança quando o Hiper chegou aqui perto porque informaram para os moradores que as ruas seriam calçadas, mas isso não aconteceu. O resultado é que a cada chuva, os buracos ficam maiores e há mais lama. Até mesmo alguns taxistas se recusam a dirigir por esta área.

Como se isso não bastasse, há um depósito de lixo, ao lado do canal, que fica a céu aberto e, quando chove, os sacos e metralhas caem no canal.

Todos sabem vir aqui em época de eleição e propor céus e terras, mas nada nunca é feito. É um completo descaso! Olinda não é só a Cidade Alta.

Ruas Antônio Martiniano de Barros, Professor Marculino Botelho e Professor Diógenes Távora. Peço que você divulgue isso no blog para que algo seja feito.

Grata,
Marina.


.

Procissão emociona fiéis em Olinda


Evento lembrou desabamento do teto da igreja São João Batista dos Militares.
Homens, mulheres e crianças participaram da procissão luminosa na cidade alta


PRISCILLA AGUIAR

Realizada desde a metade do século 16, quando foi erguida a Igreja de São João Batista dos Militares, em Olinda, de acordo com o padre Marcelo Gomes Costa, a procissão da Bandeira de São João este ano teve um significado especial para os fiéis, em virtude do desabamento de parte do teto da igreja, no último dia 25 de maio. Uma imagem do homem que batizou o menino Jesus na tradição judaico-cristã, datada de 20 de junho de 1949, foi seguida por dezenas de fiéis pelas ruas do sítio histórico de Olinda, como manda a tradição, até chegar a Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, localizada na praça Conselheiro Miguel Canuto, por volta das 19h, quando o sino da paróquia era tocado. “Este evento de hoje tem uma perspectiva diferente. Após o desabamento do teto da igreja nos unimos e reunimos mais forças para lutar por este patrimônio histórico e religioso de Olinda. A participação dos fiéis aumentou este ano e eu acredito que eles estejam ainda mais unidos”, destacou dom Marcelo.

Homens, mulheres e crianças de várias idades participaram da celebração de uma missa, que contou com a presença de moradores do Amparo e outras comunidades, que cantavam e oravam em voz alta, a maioria deles segurando uma vela nas mãos. A dona de casa Maria de Nazaré, de 55 anos é moradora do bairro de Rio Doce e foi para a procissão a convite de uma amiga. “Eu fui a missa na igreja uma vez quando ela me convidou e, hoje, resolvi vir novamente porque gosto de participar e acho importante dar um apoio”, frisou.

A medida que se deslocava, a procissão luminosa com a imagem de São João se afastava do único templo inteiramente preservado do incêndio ateado pelos holandeses, no ano de 1631, em direção a Matriz da Paróquia do Guadalupe, enquanto um carro de som que estava a frente do grupo chamava a atenção para a celebração da Santa Missa, que será realizada até a próxima quarta-feira na igreja. A procissão chamava a atenção dos moradores do sítio histórico, que observavam do muro de suas casas. “A oração tem muita força e está acima de tudo. Ela constrói e faz valer as coisas, por isto este ano é ainda mais importante a saída da bandeira do padroeiro da comunidade. Pela oração a gente vê o amor de Deus surgir no coração das pessoas”, afirmou o católico Moisés Marcelino de Araújo.

Desabamento

Após da queda de parte do teto da Igreja de São João Batista, reformada pela última vez há 30 anos, uma equipe do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foi ao local para realizar uma avaliação, mas terá que esperar a conclusão das obras emergenciais para finalizar o diagnóstico do imóvel, que continua interditado. De acordo com o padre Marcelo Gomes Costa não há previsão para a conclusão das obras.


Folha de Pernambuco

domingo, 21 de junho de 2009

Olinda: Rua do Sol - Que vergonha!

RECAPEAMENTO EM OLINDA: QUE MARAVILAHA!. Até Fresarem (retirar o asfalto) e recapear a RUA DO SOL, estava tudo ótimo. Depois lá vem a enrolação: pois é tivemos que rasgar o asfalto para o embutimento da fiação pelo fato do dinheiro só chegar depois, PURA BALELA!. Para que existem os "P`s e L' s" da vida, é PPA, para lá LDO para cá e assim vai. Resumindo: A PREFEITURA DE OLINDA TRABALHA SEM NENHUM PLANEJAMENTO, SEM A MENOR PREOCUPAÇÃO COM O DINHEIRO PÚBLICO.
COMO DEVE TER UM ORÇAMENTO MUITO GRANDE NÃO HÁ PREOCUPAÇÃO.
EMBUTIRAM OS FIOS, TUDO BEM, MAS QUAL A RAZÃO DAS CAIXAS DE PASSAGENS DA FIAÇÃO ESTAREM AFUNDANDO, UMA OBRA RECEM INAUGURADA.
É JOGAR DINHEIRO NO RALO.
NÃO TENHO A MENOR DÚVIDA DE QUE VOSSA EXCELÊNCIA O PREFEITO DA CIDADE JUNTO COM A SENHORA HILDA CHAMARÃO A EMPRESA QUE EXECUTOU A PORCARIA DOS SERVIÇOS PARA REFAZÊ-LO. É O FAMOSO RETRABALHO.
NÃO CONTRATE OUTRA EMPRESA, NEM A ADMINISTRAÇÃO DIRETA.
ESTAMOS NA SUA COLA!


Fonte: Blog "Meta o Pau em Olinda"

http://www.metaopauemolinda.blogspot.com/

Nova academia em Olinda

Entrou em operação na Avenida Getúlio Vargas, em Olinda, a Keep Fitness Club, liderada pelos empresários Joca Souza de Melo Silva, Tony Martins e Alfredo Vilella, com uma área de exercícios de 450 m².


Jornal do Commercio - JC Negócios

Fossa entupida em Olinda

O leitor Paulo Bezerra denuncia, que há mais de um mês, uma fossa da Rua Barão de São Borja, em Olinda, está entupida e, apesar de entrar em contato com a Compesa várias vezes e de muitas promessas, nada foi feito. Além do fedor, os moradores agora têm que suportar o entupimento chegando às suas residências, pois sem ter para onde escoar o esgoto volta para dentro das casas.



Folha de Pernambuco – Folha Cidade – Robson Sampaio

Ex-presidiário é assassinado em Olinda

Crime aconteceu no Córrego do Abacaxi; vítima havia cumprido pena por tráfico de entorpecentes

Da Redação do pe360graus.com

Um ex-presidiário foi assassinado a tiros na noite da última sexta-feira (19). O crime aconteceu na segunda travessa da rua General Sampaio, no Córrego do Abacaxi, na cidade de Olinda.

Moacir de Oliveira Araújo Neto, 28 anos, foi atingido por quatro tiros, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. De acordo com a polícia, ele havia cumprido pena por tráfico de entorpecentes.

.

sábado, 20 de junho de 2009

Olinda: Ladeiras do Forró



Ladeiras do Forró - 2009
2ª Edição

Quadrilha Matuta Participativa Itinerante

Vista a sua fantasia de matuto e venha brincar o seu São João nas ladeiras de Olinda!

Participe da nossa quadrilha e preserve a nossa cultura.

Trio de forró pé- de – serra, brincantes e carroça decorada percorrem as principais ruas da Cidade, arrastando o público presente numa divertida brncadeira.
Paradas em pontos estratégicos: Bodega do Véio, Licoteria, Quatro Cantos, pólos de animação, entre outros.

VIVA SÃO JOÃO!
VIVA OLINDA!

Dias 23 e 24/06/09
Local: Ladeiras do Sítio Histórico de Olinda
Horário: das 19 às 22h
Comcentração: Prefeitura de Olinda




Idealização e Produção: Ateliê da Barbearia

Incentivo: Ministério do Turismo
Prefeitura de Olinda

.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

São João em Olinda


O São João já está chegando e a Prefeitura de Olinda prepara a cidade para cair no arrasta-pé. A Secretaria de Patrimônio e Cultura, em parceria com a Fundarpe e o Ministério do Turismo, divulga uma programação especial para marcar os festejos juninos na 1ª Capital Brasileira da Cultura e não deixar ninguém parado.

A festa terá dois pólos, um no Fortim, com shows de grandes nomes da música regional e outro no complexo que abrange o Parque do Carmo e o Sítio de Seu Reis. A área promete virar um animado palhoção para abrigar gente de todas as idades. A programação começa no dia 19 e segue até o dia 23.

No Fortim, a noite de abertura começará às 19h e trará o som de Jorge de Altinho, Fim de Feira e Banda Metade. No dia 20, também a partir das 19h, o palco vai receber Aurinha do Coco, Josildo Sá e o forrozeiro Gaspar Andrade. Já a noite do dia 21 vai ser embalada pelo ritmo de Renivaldo Pinheiro, Santanna e Petrucio Amorim, que se apresentam a partir das 18h30.

A programação continua no dia 22, a partir das 19h, com os shows de Maciel Melo, Flávio Barra e grupo Pau no Xote. Já no dia 23, fechando a programação, sobem no palco do Fortim Derico Alves e Banda, Walter de Afogados e Forró Rabecado. As apresentações também começam às 19h.

No Parque do Carmo e Sítio de Seu Reis, a animação começa às 17h e vai ficar por conta da apresentação de trios de forró pé-de-serra e de quadrilhas juninas tradicionais, quadrilha de boneco gigante e de perna de pau. O pólo contará também com barraquinhas de comidas típicas e ganhará uma decoração especial para abrilhantar a festa.

O coreto da Praça do Carmo vai abrir espaço para a cultura regional e promete encantar os amantes dos versos. O local vai contar com apresentações de poesia, repentistas, cantadores e recitais de cordel.

Ainda no Parque a programação trará grupos de coco e ciranda, sempre a partir das 17h. O público também poderá prestigiar grandes nomes da cultura de Pernambuco como Coco Raízes de Arcoverde, Camarão, Bacamarteiro Mandacaru, Banda de Pífano de Conceição das Crioulas, João do Pife, Luizinho Calixto e Mamulengo Riso das Crianças.

No dia 20, a festa faz uma justa homenagem ao Dia Municipal do Coco de Roda, trazendo para o Parque do Carmo e Sítio de Seu Reis nomes de destaque do ritmo no Estado. A animação fica por conta de Mestre Ferrugem, Rosa do Coco, Edmilson do Coco, Peixe do Coco, Selma do Coco e Elisabeth do Coco, entre outros.

O clima de festinha de interior vai ganhar ainda mais força com a realização de brincadeiras tradicionais dos festejos juninos como pau de sebo e jogo de argolas. Para garantir o conforto de quem for aproveitar a noite no local, a prefeitura vai disponibilizar mesas e cadeiras.

Além dos pólos no Fortim e no Parque do Carmo, os forrozeiros de plantão contarão com outro reduto para curtir o São João em Olinda. A Casa da Rabeca, já conhecida por promover o forró e demais tradicionais ritmos nordestinos durante todo o ano, vai realizar de 19 a 24 e de 26 a 28 de junho, a partir das 20h, um grande arraial aberto ao público.

Na programação, concurso de quadrilhas juninas tradicionais, e atrações de peso da música pernambucana como Petrúcio Amorim, Santana, Geraldinho Lins, Cristina Amaral, Maciel Melo, Rogério Rangel, Nádia Maia, Território Nordestino e Ed Carlos. A Casa da Rabeca fica na rua Cupira, na Cidade Tabajara.

PROGRAMAÇÃO

FORTIM
19/06 – sexta-feira – A partir das 19h
Jorge de Altinho
Fim de Feira
Banda Metade

20/06 – sábado – A partir das 19h
Aurinha do Coco
Josildo Sá
Gaspar Andrade

21/06 – domingo – A partir das 18h30
Renivaldo Pinheiro
Santanna
Petrúcio Amorim

22/06 – segunda-feira – A partir das 19h
Flávio Barra
Maciel Melo
Pau no Xote

23/06 – terça-feira – A partir das 19h
Derico Alves e Banda
Walter de Afogados
Forró Rabecado

CARMO/SÍTIO DE SEU REIS
Apresentação de Quadrilhas Juninas e shows diariamente, a partir das 17h


9/06 – sexta-feira
Mamulengo Riso das Crianças
Camarão (Patrimônio Vivo)
Luizinho Calixto
Dário Santos e Banda Forró Kente
Edmilson do Pífano

20/06 – sábado
Coco Raízes de Arcoverde
Coco de Umbigada
Coco de D. Ana Lúcia
Mestre Ferrugem
D. Célia Coquista
Cila do Coco e seus pupilos
Coco do Amaro Branco
Selma do Coco

21/06 – domingo
Beto Dantas Forró
Bacamarteiro Mandacaru
Banda de Pífano de Conceição das Crioulas
Treminhão
Antonio dos Oito Baixos

22/06 – segunda-feira
Banda Caçuá
João do Pife
Mazuca de Agrestina
Ronaldo do Acordeon
Joquinha Gonzaga

23/06 – terça-feira
Orquestra Sanfônica
Sergio Cassiano
Raminho do Acordeon
Luiz Paixão
Sintonia Pé de Serra



CASA DA RABECA
Diariamente a partir das 20h

19/06 – sexta-feira
Petrúcio Amorim
Família Salustiano e a Rabeca Encantada
Sintonia Pé de Serra

20/06 – sábado
Roberto Cruz
Arlindo dos 8 Baixos
Aurinha do Coco

21/06 – domingo
Geraldinho Lins
Forró Serrado
Ciranda Brasileira de Carpina do Mestre João Limoeiro

22/06 – segunda-feira
Cristina Amaral
Eduardo Anísio e Banda Jaqueta de Couro
Selma do Coco

23/06 – terça-feira
Maciel Melo
Sintonia Pé de Serra
Dupla de Embolador de Coco – Caju e Caetano da Ingazeira

24/06 – quarta-feira
Rogério Rangel
Terezinha do Acordeom
Dinda Salú
Lia de Itamaracá

26/06 – sexta-feira
Forró pé-de-serra
Concurso de quadrilhas juninas

27/06 – sábado
Nádia Maia
Beto Ortiz
Camarão
Dupla de violeiros – Zé Galdino e Tindara

28/06 – domingo
Território Nordestino
Ed Carlos
Ciranda Pernambucana

.

Olinda: Avenida Presidente Kennedy - Via intransitável gera revolta

Marcela Alves

Não tem um motorista, morador, transeunte da avenida Presidente Kennedy, no bairro de Peixinhos, em Olinda, que não tenha uma história para contar de algum acidente ou prejuízo que tenha sofrido devido ao péssimo estado de conservação da avenida principal. Revoltados, moradores e motoristas de transporte escolar uniram-se e fecharam os dois sentidos da avenida com pneus, nos quais atearam fogo. A manifestação foi a forma que os usuários da via encontraram de expressar toda a indignação aos prejuízos que sofrem ao transitar em uma avenida tão deteriorada.
O aposentado Lenildo José do Nascimento mora há 26 anos na região e garante que a via nunca esteve boa para o tráfego, mas que ela está cada vez pior. A circunstância o obrigou a trocar três vezes, em menos de seis meses, o amortecer de seu carro. “A situação aqui está horrível. Chegaram até a começar uma obra, aqui, ano passado, mas desde maio que não vem nenhum funcionário fazer nada aqui”, disse o aposentado que assiste a diversos acidentes com veículos de pequeno e grande porte na avenida.

A obra que Lenildo fala é parte do Programa Prometrópole, realizado pelo Governo do Estado em parceria com o Banco Mundial, que está promovendo a implantação do corredor de transporte coletivo na avenida Presidente Kennedy. De acordo com a assessoria de comunicação do programa, as obras não estão paralisadas e não se trata de um serviço de requalificação. A assessoria informou, ainda, que além da questão da pavimentação, a implantação desse corredor não envolve a desapropriação de alguns imóveis de oito pontos da avenida, onde será realizado o alargamento da via e a construção de novas paradas.

A assessoria de comunicação garantiu, também, que essas questões estão tramitando no tempo normal, mas que o processo de desapropriação envolve questões jurídicas. Atualmente, o serviço de pavimentação está temporariamente parado devido à inconstância do clima.



Folha de Pernambuco

Olinda: Promotores de shows querem imposto menor

Imposto menor em Olinda

Promotores de shows vão agendar encontro com o prefeito Renildo Calheiros para solicitar uma diminuição do ISS cobrado pela Prefeitura de Olinda para espetáculos artísticos. Vão revelar que isto tem prejudicado a atração de peças e shows para o Teatro Guararapes. O Teatro da UFPE tem a preferência, porque o imposto no Recife é menor.



Coluna de João Alberto - Diario de Pernambuco

Pontos turísticos serão revitalizados

PATRIMÔNIO // Verba de R$ 27 milhões será investida em obras localizadas no Recife, Olinda, Igarassu, Itamaracá e Fernando de Noronha

Onze pontos turísticos situados no litoral pernambucano serão requalificados. As obras foram anunciadas ontem pela Secretaria de Turismo do estado, durante a abertura do Fórum das Cidades Históricas Turísticas, no Centro de Convenções.
Uma verba de R$ 27 milhões será investida nos projetos. A maioria dos recursos é oriunda do Prodetur II e do Prodetur nacional. Dos R$ 27 milhões, 60% já estão assegurados, o restante deve vir no orçamento de 2010 e 2011. Os monumentos que serão reformados estão localizados no Recife, Olinda, Itamaracá, Igarassu e Arquipélago de Fernando de Noronha.

Apenas uma dessas obras já está em andamento: a requalificação do Alto da Sé, em Olinda. Outras duas devem ter suas ordens de serviço assinadas no próximo mês. São as requalificações do Museu do Estado e do Forte das Cinco Pontas. Nessas três serão investidos cerca de R$ 7 milhões (ver quadro).

O secretário de Turismo, Silvio Costa Filho, disse que a escolha dos monumentos dialoga com a visão do estado de requalificar os equipamentos turísticos nas cidades litorâneas, mediante também uma reivindicação do trade turístico e da própria população. "Queremos valorizar esse turismo de sol e mar reforçando com a possibilidade de as pessoas visitarem também pontos históricos nessas cidades do litoral", ressaltou o secretário.

Outra preocupação ao eleger os monumentos que serão requalificados foi identificar cidades litorâneas que têm pontos turísticos pouco conhecidos. Em Igarassu, por exemplo, há o Engenho Monjope. Em breve, a Secretaria de Turismo deve realizar a sinalização de todo o litoral pernambucano. "A nossa ideia é requalificar todos os equipamentos turísticos até a Copa de 2014", adiantou o secretário.

Fórum - No Centro de Convenções, representantes de cerca de 40 cidades históricas do país se reúnem até amanhã, debatendo problemas comuns dentro do segmento de turismo, além de propor soluções. Entre os participantes estão representantes dos municípios de Ouro Preto (MG), Missões (RS), Salvador (BA) e Vitória (ES), que discutem questões como transporte, segurança, infraestrutura e acessibilidade. Amanhã será elaborada a "Carta de Olinda" para nortear os governos municipais e estaduais sobre as soluções dos problemas de cada local. Segundo o secretário de Turismo de Olinda, Maurício Galvão, a preservação do patrimônio histórico é um dos maiores desafios da atual gestão.


Quais são os contemplados

Mercado Eufrásio Barbosa (Olinda) - será transformado em Centro da Cultura Popular de Pernambuco. Projeto arquitetônico está em elaboração e a estimativa da ação é de R$ 5 milhões

Museu do Estado (Recife) - serão feitas intervenções como, por exemplo, projeto paisagístico dos jardins e climatização do casarão principal. Com valor previsto de R$ 1,1 milhão, a obra está na fase de licitação

Vila dos Remédios (Fernando de Noronha) - Recuperação do Armazém de Cereais, Casa de Banho do Presídio e desasoreamento de um trecho do Riacho Mulungu. Obra orçada em 1,9 milhão

Alto da Sé (Olinda) - Restauração da Caixa d'Água com instalação de elevador panorâmico, construção do Mercado de Artesanato. Orçada em R$ 4,5 milhões, deve ser finalizada em dezembro deste ano

Vila Velha (Itamaracá) - Promover a preservação e melhoria das condições ambientais, paisagísticas e urbanísticas do Sítio Histórico de Vila Velha. Orçado em 335,6 mil. Está em andamento

Engenho São João (Itamaracá) - Elaboração de projeto para a recuperação da Casa Grande do Engenho São João, onde será instalado o Museu do Conselheiro João Alfredo. O valor estimado é R$ 500 mil

Engenho Monjope (Igarassu) - Projeto para recuperar o Engenho Monjope e seu entorno. A elaboração do projeto-executivo está em licitação. Valor estimado é de R$ 500 mil

Trilhas do Patrimônio (Recife) - Melhoria da acessibilidade nas vias de maior circulação de pedestres nos circuitos turísticos mais atrativos do Bairro do Recife. Orçado em R$ 2,3 milhões. Está em licitação

Caminhos do Recife (Recife) - Melhoria física nas ruas que compõem os circuitos turísticos e culturais dos bairros de Santo Antônio e São José. O valor previsto é R$ 3,7 milhões e está em fase de licitação

Forte das Cinco Pontas (Recife) - Requalificação do Forte das Cinco Pontas e instalação de um portal de turismo. Edital já foi publicado e o valor do investimento é de R$ 2,6 milhões

Cruz do Patrão (Recife) - Urbanização no perímetro de atuação da Cruz do Patrão. O investimento previsto é de R$ 5 milhões


Diario de Pernambuco

Olinda: Casa da Rabeca faz festa para lembrar Salu


Filhos do rabequeiro conseguiram patrocínio e apoio do governo do estado e Prefeitura de Olinda para montar estrutura e receber até 5 mil pessoas. Foto: Alcione Ferreira/DP/D. A Press

Tabajara // Família Salustiano promove o primeiro São João sem a presença de seu fundador, com nove noites de programação e entrada grátis

Mestre Salustiano morreu, mas sua obra continua viva nas atividades da Casa da Rabeca, que promove este ano o primeiro São João sem a presença de seu fundador.

No lugar de ficar mais acanhada, a festa cresceu nas mãos de seus filhos e agora a entrada é grátis. A programação dura nove noites e conta com alguns dos maiores nomes do forró contemporâneo de Pernambuco, como Santanna, Maciel Melo, Petrúcio Amorim, Geraldinho Lins, Arlindo dos 8 Baixos e Território Nordestino, além das divas Lia de Itamaracá, Aurinha e Selma do Coco.

"É a máfia salustiana em ação", brinca o cantor Santanna ao comentar o trabalhos dos filhos de Salu, que conseguiram patrocinadores e apoios do governo do estado e da Prefeitura de Olinda para armarem uma estrutura que atenda a um público de até 5 mil pessoas por noite.

"É um exemplo de família que valoriza as raízes e está fazendo uma festa com clima familiar", elogiou o forrozeiro, que se apresenta neste sábado e estava presente na entrevista coletiva de anúncio da programação.

"Fazer um São João sem cobrar ingresso era o sonho do meu pai", comemora Pedro Salustiano, que organiza tudo ao lado dos irmãos Clayton, Betânia, Mariana, Maria Imaculada e Dinda (rabequeiro com show marcado para a próxima quarta). "Salu sempre fazia questão de incluir outros ritmos para valorizar as tradições", respeita o herdeiro, que não se restringiu ao forró e convidou grupos folclóricos de coco, ciranda e cantoria para fazer a festa. "Queremos retribuir primeiramente a Deus", agradece Imaculada, com simplicidade e modéstia.

Hoje, na noite de abertura, a Família Salustiano apresenta A rabeca encantada, um espetáculo de música, dança e diversidade cultural. Antes, sobe ao palco o grupo Sintonia Pé-de-Serra e Petrúcio Amorim faz o encerramento. Os shows começam sempre às 20h e não têm hora para acabar. Além do legado de Salustiano, a Casa da Rabeca tem como diferencial um clima de interior, pois o espaço fica no meio de um sítio na Cidade Tabajara, apesar de estar situada em plena Região Metropolitana do Recife, nos arredores da rodovia PE-15.

É a melhor opção para quem está na capital e quer sentir um autêntico ambiente junino sem precisar viajar. "Não vai faltar aquele bodezinho guisado e barracas com adivinhações e comidas típicas", promete Pedro Salustiano, que marcou também um concurso de quadrilhas para a próxima sexta. (Júlio Cavani)

Saiba Mais

Cidade Tabajara, entrada franca, 20h

Hoje: Sintonia Pé-de-Serra, Família Salustiano, Petrúcio Amorim

Amanhã: Aurinha do Coco, Arlindo dos 8 Baixos, Aurinha do Coco, Roberto Cruz, Santana

Domingo: Ciranda Brasileira de Carpina, Forró Serrado, Geraldinho Lins

Segunda: Selma do Coco, Ivan Ferraz, Eduardo Anisio e Jaqueta de Couro, Cristina Amaral

Terça: Caju e Caetano de Ingazeira, Sintonia Pé-de-Serra, Maciel Melo

Quarta: Lia de Itamaracá, Dinda Salu, Terezinha do Acrodeon, Rogério Rangel

Sexta: Concurso de Quadrilhas, Forró Pé-de-Serra

Sábado: Dupla Zé Galdino e Tindara, Camarão, Beto Ortiz, Nádia Maia

Domingo: Ciranda Pernambucana, Ed Carlos, Território Nordestino



.

Olinda: Câncer - Lika quer isolar HPV que afeta olindenses

Pesquisa inédita no Brasil pode ajudar o País a desenvolver, no futuro, sua própria vacina contra o vírus que causa câncer do colo do útero. Projeto é parceria do Butantan, Lika, UFPE e prefeitura

A partir de segunda-feira começa em Olinda, no Grande Recife, coleta de material para uma pesquisa inédita no Brasil que pretende isolar os tipos mais freqüentes de Papilomavírus Humano (HPV) e os de maior risco para câncer de útero. O trabalho, desenvolvido numa parceria do Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (Lika), Departamento de Bioquímica da Universidade Federal de Pernambuco e Instituto Butantan, de São Paulo, tem o apoio da Secretaria de Saúde da Cidade Patrimônio. Segundo o diretor do Lika e coordenador da pesquisa, José Luiz de Lima Filho, os resultados vão possibilitar saber se vacinas comerciais contra o HPV, já em uso, dão cobertura completa contra os vírus em circulação no País e até ajudar na formulação de uma nova, brasileira.

“Nossa expectativa é analisar material coletado de 2.500 mulheres, com idades entre 15 e 40 anos, ao longo de pouco mais de 12 meses”, informa o pesquisador. Segundo a secretária de Saúde de Olinda, Tereza Miranda, as coletas serão feitas durante os exames preventivos do colo do útero, o citopatológico (Papanicolaou). Inicialmente, o trabalho será realizado em pacientes do Programa Saúde da Família do Varadouro.
Olinda foi escolhida para a pesquisa nacional pela organização do serviço de saúde, a logística disponível, com o serviço de geoprocessamento que transforma em mapa as informações de saúde. Em Ouro Preto, Minas Gerais, será produzida outra etapa do estudo, que identificará a presença de HPV em lesões de estômago e bexiga.
Laboratórios particulares desenvolveram duas vacinas contra os tipos de HPV mais presentes no câncer de colo do útero (HPV-16 e HPV-18). Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o real impacto da vacinação contra o câncer de colo de útero só poderá ser observado após décadas. Os produtos já foram autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para comércio, mas ainda não fazem parte da rotina dos serviços públicos. Uma delas é quadrivalente, previne contra os tipos 16 e 18, presentes em 70% dos casos de câncer de colo do útero e contra os tipos 6 e 11, presentes em 90% dos casos de verrugas genitais. A outra é específica para os subtipos 16 e 18.

“Uma das vacinas foi desenvolvida com sorotipos que circulam nos Estados Unidos e a outra com os mais comuns em Londres. Daí a importância do atual estudo para que o Brasil defina melhor suas estratégias terapêuticas”, explica a secretária de Saúde de Olinda.

A pesquisa será desenvolvida com financiamento do Ministério da Ciência e Tecnologia e da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe).
Durante o trabalho serão realizados ainda testes de HIV e de hepatite. Além de auxiliar a produção de uma futura vacina, o isolamento dos vírus mais frequentes e com alto e baixo risco de provocar câncer de útero ajudará a saúde pública a ajustar sua política de prevenção na área.

O HPV é transmitido nas relações sexuais sem preservativo e um sinal frequente da infecção é a presença de verrugas genitais.



Jornal do Commercio

Olinda: Obras inauguradas em Sapucaia e Salgadinho

Obras - A Prefeitura Municipal de Olinda inaugurou, desde anteontem, obras de pavimentação e drenagem, nas ruas Paquetá, em Sapucaia; Cláudio Nigro, em Salgadinho; e Trindade, no Alto da Nação. As intervenções são obras escolhidas pela população, por intermédio do Orçamento Participativo, e foram orçadas em média por R$ 100 mil para cada logradouro. É, na verdade, uma boa notícia.



Coluna Robson Sampaio - Folha de Pernambuco

Olinda: Demolição de prédio acaba segunda-feira

Ontem, a construção irregular Monte Sinai começou a ser destruída para evitar danos

Marcela Alves

A dor da perda de um investimento, de uma vida toda, poderia ser visto no silêncio e expressões de emoção dos poucos moradores do condomínio Monte Sinai, em Olinda, no momento em que a demolição da construção irregular iniciou. A ação, que deve ser concluída até a próxima segunda-feira, está prevista na liminar concedida pela juíza Lúcia Maranhão, que autoriza a demolição da obra, assim que o processo de retirada de todos os moradores e seus pertences sejam concluídos. Assim como no primeiro dia de trabalho, as atividades foram realizadas sem resistência dos moradores do condomínio, localizado no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda.

No local estavam presentes representantes da Defesa Civil, o secretário de Transportes, Controle Urbano e Ambiental do município, João Luiz da Silva; e o secretário executivo de Controle Urbano, Eduardo Monteiro. De acordo com Monteiro, a demolição foi essencial à preservação da vida dos que residiam no local. “A retirada dos condôminos e a demolição foi feita sem resistência, porque as pessoas já estavam bastante conscientes. A recomendação de preservar a vida dessas pessoas veio da própria juíza Luciana Maranhão e do prefeito de Olinda, Renildo Calheiros”, afirmou o secretário executivo.

O processo de remoção dos habitantes começou na manhã da última quarta-feira. Ontem foram feitas as duas últimas mudanças das 24 famílias que residiam nos sete blocos do Condomínio Monte Sinai. Inicialmente foram retirados janelas, portas, grades e louças sanitárias. Após o corte de fornecimento de água e energia, foram retiradas as cobertas e efetuada a quebra das varandas do pavimento superior. A retirada das outras paredes do primeiro andar dos condomínios foi feita de forma manual, por dez homens. Os pavimentos térreos serão demolidos com a ajuda de três retroescavadeiras da Prefeitura de Olinda.

Após o fim da demolição, o proprietário do terreno será comunicado para tomar posse de sua propriedade. Segundo o secretário João Luiz da Silva, cabe ao proprietário provir a segurança do terreno. “Caso ele não assuma a responsabilidade sobre sua propriedade, seu terreno pode ser invadido novamente ou ser tomado pela prefeitura para evitar novos transtornos”, disse João Luiz. O secretário esclareceu, também, que o auxílio-moradia será concedido por 30 dias àqueles que estiverem enquadrados na lei que garante esse benefício exclusivamente à pessoas de baixa renda. De acordo com o procurador de Olinda, André Cândido, em junho deste ano uma decisão judicial esclareceu a posse do terreno.

“Vandoni Matos Barbosa, o verdadeiro propritário do terreno, chegou a entrar na justiça para ter a posse do terreno reintegrada”, afirmou o procurador”. As 24 famílias já passaram por um cadastro e, agora, iremos iniciar o estudo socioeconômico para identificar quem terá acesso ao auxílio-moradia”, afirmou o secretário. O analista de sistemas Wellington Bezerra de Andrade, 28, ainda lembra o dia em que se mudou para a nova casa: 13 de janeiro de 2003. Um dos primeiros moradores a ocupar os apartamentos do condomínio, Wellington assistia inconformado a demolição de sua casa. “É uma mistura de revolta e tristeza, a gente perder tudo da noite para o dia. Ainda me lembro o dia que cheguei aqui e, hoje, não tenho onde ficar com minha família”, desabafou.



Folha de Pernambuco

Olinda: Cidades históricas se reúnem em fórum

Ivson Menezes

Identificar os problemas existentes nas cidades históricas e turísticas do País é o objetivo do primeiro Fórum das Cidades, que está acontecendo no Centro de Convenções, no Complexo de Salgadinho, Olinda. Segurança, preservação dos imóveis, transportes públicos e acessibilidade são alguns temas a serem discutidos durante o encontro. A iniciativa é uma parceria entre o Ministério do Turismo, Secretaria Estadual de Turismo, Prefeitura de Olinda e Empetur. “Numa cidade cheia de ladeiras, por exemplo, é preciso pensar numa forma de locomoção que não agrida ao patrimônio e atenda às demandas”, afirmou o secretário de Turismo de Olinda, Maurício Galvão.
Outros pontos que devem ser debatidos pelos representantes de cada município são o disciplinamento dos guias e condutores, certificação das hospedagens, eventos e informações turísticas, sustentabilidade urbana, marketing e espaços de mercado para pequenos empreendedores. Participam do debate 40 cidades históricas.

Para o secretário de Turismo de João Pessoa, Elzário Pereira, o evento é uma possibilidade de trocar experiências e saber quais são as funções do poder público. “É necessário estabelecer critérios de ordenamento urbano nos centros históricos. Não podemos deixar que eles cresçam desordenadamente provocando uma descaracterização”. Ao final do Fórum, amanhã, será elaborada uma “Carta de Olinda”, com todos os questionamentos abordados e que servirá de norteador para a elaboração de políticas públicas. O documento vai ser encaminhado para o Ministério do Turismo e Secretarias municipais e estaduais.


Folha de Pernambuco

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Olinda: A zorra na Fagundes Varela

Muito oportuno, Francisco Nascimento ter denunciado o absurdo que é o trânsito na Avenida Fagundes Varela, principal via de acesso ao Jardim Atlântico. Além do transtorno causado pela entrada e saída de alunos do Colégio Santa Emília, por causa de pais e mães burgueses, e sem educação, que se acham no direito de quase entrarem pela porta com carro e tudo, tem a total ausência e omissão da Prefeitura, mais especificamente do seu Departamento de Trânsito, que só existe para botar nas ruas aqueles guardinhas vestidos de cinza, escondidos nas esquinas e becos escuros, apenas para aplicar multas.

A Avenida Fagundes Varela é um problema de (in)segurança no trânsito, pois não possui nenhuma sinalização, principalmente, aquela horizontal, pintada no chão. Não há demarcação de faixas de rolamento, de pedestre, nada. É uma autêntica zona. E ainda tem, à noite, a Pizzaria Atlântico, que também tem o seu guarda particular, pintando e bordando no meio da rua, invadindo as calçadas com os carros etc. Outro trecho em que o caos chega com a noite é num bar/caldinho que impede a passagem dos pedestres na calçada e os seus clientes estacionam seus carrões na calçada oposta, obrigando quem anda a pé a se arriscar no meio da pista muito mal iluminada, driblando automóveis, motos e ônibus.



Alô, alô, Renildo. Aquele abraço!



Ruy Sarinho


.

Problemas na ladeira do bairro de Caixa D'Água, em Olinda, continuam

Ladeira que fica na Rua Córrego dos Carneiros dá acesso aos bairros Alto da Bondade e Águas Compridas; pista não tem calçamento e carros não passam

Da Redação do pe360graus.com

Em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, uma ladeira está tirando o sossego dos moradores, como o estudante Rumenigg Gomes. Ele estuda em Caixa D'Água e mora em Águas Compridas, a mais de um quilometro do bairro. No meio do caminho, uma ladeira. “É muito difícil andar aqui, quando chove fica escorregando. À noite é pior ainda, é escuro, não dá para ver nada”, reclama o estudante.

A ladeira que fica na Rua Córrego dos Carneiros, em Caixa D'Água, dá acesso aos bairros Alto da Bondade e Águas Compridas. A pista não tem calçamento e é toda esburacada - os carros não passam. A ladeira é também o principal caminho dos moradores que precisam de ônibus.

“Tem que subir a ladeira, minha mãe tem 75 anos e tem muitas senhoras de idade, crianças, que precisam subir aqui”, afirma o pintor Márcio Medeiros. “As canaletas estão estouradas, disseram que iam fazer alguma coisa, mas até agora nada”.

No dia 11 de maio, o NETV 1ª Edição mostrou que o acesso de carros a rua era muito difícil. De um lado, ponte quebrada; do outro, um ladeira esburacada. Como caminhões de lixo não podiam passar, a sujeira se acumulava. A reportagem voltou à comunidade no dia 22 de maio. A prefeitura consertou a ponte, regularizou a coleta de lixo, mas a ladeira não recebeu nenhuma melhoria.

A aposentada Maria do Carmo Pereira, de 73 anos, sobe e desce a ladeira todos os dias. Ela visita a filha que mora em Rio Doce, também em Olinda. Nem sempre ela consegue ajuda para descer. “Às vezes eu desço só, devagarzinho, escorrego, já caí muitas vezes”, conta. “Entra e sai prefeito e a gente continua no mesmo drama”.

Ainda não há um prazo, mas a prefeitura de Olinda disse que obras serão feitas nas ruas do bairro de Caixa D'Água.


.

Conjunto residencial irregular, em Olinda, será demolido nesta quinta-feira

Não havia permissão para se construir o conjunto; no último dia 30, piso de um dos apartamentos cedeu, ferindo uma moradora do andar abaixo

Da Redação do pe360graus.com

Nesta quinta-feira (18), às 9h, a equipe da Secretaria de Controle Urbano de Olinda fará a demolição do edifício Monte Sinai, no bairro de Jardim Atlântico. De acordo com a prefeitura do município, não havia permissão para a construção de um conjunto residencial no terreno.

O conjunto de sete blocos foi desocupado nesta quarta (17), em cumprimento a uma ordem judicial. A decisão da Justiça foi acelerada depois que a área de serviço de um dos apartamentos desabou por cima de uma moradora, no dia 30 de maio. Amara Izidório Ribeiro, 59 anos, ficou ferida e ainda se recupera no hospital.

Para a desocupação, o oficial de justiça chegou com a polícia, mas as 24 famílias que residiam no local não ofereceram resistência. Os moradores reclamaram apenas que deveriam ter tido mais tempo para organizar a mudança. “Podiam dar uma prazo maior para poder a gente se organizar, para depois demolir. A gente não recebeu notificação por escrito. E a gente não tem para onde ir. A gente não tem direito a nada”, reclamou Cláudia dos Santos.

De acordo com a diretora de Controle Urbano de Olinda, as famílias não ficarão desamparadas. “Se a gente não conseguir colocar no abrigo, vamos oferecer auxílio-aluguel por um período de 30 dias, enquanto tentamos definir onde eles vão ficar”, disse.


.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Olinda aprova Dia Municipal do Coco de Roda

O prefeito de Olinda, Renildo Calheiros, irá sancionar a lei que cria o “Dia Municipal do Coco de Roda”, de autoria do Vereador Junior Leite (PT), nesta quinta-feira, 18, às 10h, em solenidade na Casa do Governador, sede da prefeitura da cidade. Após a Câmara Municipal de Olinda aprovar o projeto de lei que cria a data, ficou instituído o dia 20 de Junho para as comemorações.

A assinatura da lei será acompanhada pelos coquistas (integrantes que cantam e dançam o coco), homenageados do dia, além de contar com a presença de autoridades do município e convidados.

Como prevê a lei, o “Dia Municipal do Coco de Roda” entra no calendário das comemorações de Olinda, integrando ações das secretarias municipais para a promoção da tradição local. Por isso, para o dia 20 de Junho, às 17h, a prefeitura de Olinda organizou uma grande comemoração no Sítio dos Reis, Parque do Carmo, dentro da programação do São João da cidade. A apresentação traz nomes como Mestre Ferrugem, Célia Coquista, Selma do Coco, Coco do Amaro Branco, Cila do Coco e seus pupilos, Coco de Ana Lúcia, Coco de Umbigada e Coco Raízes.


Assessoria de Imprensa


Jônatas Lima – juniorleiteimprensa@gmail.com

Cel: 8726-6527

Olinda: Rua Jornalista Édson Régis - O caos

No período seco, a Rua Jornalista Édson Régis, no Jardim Atlântico, no trecho que se inicia na Avenida Fagundes Varela, na esquina da Padaria Panjá, e se estica em direção à Vila Rica e Rio Doce, é uma beleza. Em noite de lua cheia, você se sente na própria lua brilhante. Que maravilha! Imensas crateras empoeiradas que acabam com qualquer suspensão dos veículos de moradores e visitantes, além de dificultar o deslocamento a pé, principalmente, das pessoas mais velhas. É cada buraco de dar gosto.

Mas é neste tempo de chuva que a coisa fica, mesmo, espetacular. Aí nasce e perdura por todo o inverno um magnifíco complexo de lagoas: é o Complexo de Lagoas Renildo Calheiros. Na primeira esquina que você cruza, sequer tem margem, vai de um canto a outro entrando pelos quintais das casas e prédios de apartamentos. Quem quiser pescar, ou pegar caramujos, é só levar uma vara de bambu ou uma tarrafa. Minha sugestão é que o prefeito delegue ao vereador Marcelo Santa Cruz, que mora nesta Rua, e é da base aliada do “Chefe do Executivo Municipal”, a administração desses lagos para que não haja a pesca depredatória no local. É porque eu não tenho máquina digital, senão mandava umas fotos para embelezar o Blog e divulgar essas atrações turísticas do Bairro.

Agora, falando sério, eu mesmo, como morador, nem desejo que a Rua seja calçada, pois é larga e aí começariam os outros problemas com o trânsito, como motoristas irresponsáveis ou dirigindo embiritados. Mas, não custa nada o Senhor Prefeito mandar para lá uns caminhões de areia grossa e máquinas para espalhar e comprimir o aterro, periodicamente. Aliás, o IPTU que se paga no Jardim Atlântico é de lascar o bolso do contribuinte.

Alô, alô, Renildo! Aquele abraço.


Ruy Sarinho



.

Olinda: O trânsito na Fagundes Varela continua bagunçado

Guardas de trânsito de Olinda fiscalizam o final da Avenida Fagundes Varela com a rua Pedro Álvares Cabral, em Jardim Atlântico. Até aí tudo bem. Faz parte do trabalho.

No entanto, o trânsito continua um caos em frente ao Colégio Santa Emília, no mesmo bairro. Todos os dias entre 6h e 8h da manhã, transitar por aquela via pública transformou-se num “teste de nervos”. Pais e mães dos alunos fazem filas dupla em frente ao Colégio, desrespeitando o direito de ir e vir de outros cidadãos usuários e contribuintes do município.Será que eles têm olhos verdes? O pior é que não existe fiscalização naquele trecho. Entregue à própria sorte? Não. Quem controla o trânsito naquele trecho são dois funcionários da escola. Tudo às claras, sem disfarces. O dono da escola tem prestígio e poder político? Talvez sim, talvez não. O problema é que sai prefeito, entra prefeito e a situação é a mesma. Pra uns privilégios, para outros os rigores da lei. Até quando?


Francisco Nascimento


.

Projeto Toca das Olinda


A melhor fusão sonora da cidade, Projeto TOCA DAS OLINDA - Nas intoca é mais gostoso!, está de volta a todo vapor nesta sexta-feira, 19 de Junho, a partir das 21h promovendo o Pré-São João mais “Style” da cidade. Pra quem gosta de badalação, gente bonita e música de qualidade aqui está uma ótima opção. Nesta sexta o agito fica por conta da banda Forró Kétu (Pé-de-serra) e do Grupo Samba Lá em Casa, com o repertório repleto de samba das antigas.

Local:

Antigo Farândola (Av. Olinda, 330 – Varadouro – Olinda – PE. Próximo à Igreja de Santa Teresa)

Realização:

Casa Cheia Produções

Informações:

(81) 8787.9890 / 3439 9885

Ingresso à venda no local:

R$ 8,00 (Oito reais)

Atenciosamente,

Pablo Alesson

Casa Cheia Produções

Diretor

E-mail: casacheianet@gmail.com

(81) 8787 9890 / 9633 5219 / 3439 9885


.

Luciana, ex-prefeita de Olinda, não terá cargo no Governo

COMUNISTA só teria nove meses para ficar no posto

ARTHUR CUNHA

Cogitada para ocupar um cargo no Governo do Estado, a ex-prefeita de Olinda, Luciana Santos (PCdoB), deve se contentar com a missão de fortalecer seu partido no Interior. Um graduado palaciano revelou que o governador Eduardo Campos (PSB) recuou e não pensa mais em acomodar no Palácio do Campo das Princesas os ex-gestores que concorrerão em 2010 - a comunista disputará vaga na Câmara Federal. Caso ingressasse no Executivo, Luciana passaria apenas nove meses no posto, já que a Legislação Eleitoral determina que quem deseja se candidatar nas eleições do próximo ano deve afastar-se dos cargos públicos até março.
Presidente estadual do PCdoB, Alani Cardoso destacou que o partido não está pleiteando espaços no Governo. “A atitude do governador é sensata, já fazemos parte da gestão (na Secretaria de Esportes)”, desconversou. Luciana Santos, por sua vez, evitou comentar o assunto. “Não tenho nada a acrescentar”, sacramentou.
Em contraponto, garantiu o palaciano, os ex-prefeitos Odacy Amorim (PSB/Petrolina), Creuza Pereira (PSB/Salgueiro) e Severino de Souza, o Ninho (PSB/Igarassu), têm ingresso garantido na máquina estadual. Até a próxima sexta-feira o governador os convidaria. O problema é que Ninho é pré-candidato a deputado, fato que resulta no mesmo impedimento a Luciana Santos. “Ninho já faz campanha no Litoral Norte, mas quem definirá seu futuro é Eduardo Campos”, pontuou outro palaciano.

Nos bastidores comenta-se que o ex-prefeito de Igarassu ocuparia o espaço deixado pela deputada estadual Ceça Ribeiro (PSB) - cuja base é na mesma região -, já que a socialista que não estaria mais interessada em exercer mandatos. Procurado, ele não retornou às ligações. Ao todo, Eduardo pode nomear até quatro assessores especiais.


Folha de Pernambuco

Olinda: Sambadas de Coco do Amaro Branco


Acorda Povo da Mestra Ana Lúcia (Saída), e Mestres do Amaro Branco (Chegada)
Data: terça-feira, junho 23 2009
Hora: 10:00pm
Cidade: Bacurau.com.brin Olinda, PE
Local: Rua Alto do Sarapião
Endereço: Rua Alto do Sarapião, Amaro Branco
País: BR
Ingresso: Grátis
Censura: Todas as Idades
Mestres e Convidados

Data: quarta-feira, junho 24 2009
Hora: 8:00pm
Cidade: Bacurau.com.brin Olinda, PE
Local: Rua dos Pescadores
Endereço: Rua dos Pescadores, Amaro Branco
País: BR
Ingresso: Grátis
Censura: Todas as Idades
Coco do Pneu


Data: segunda-feira, junho 29 2009
Hora: 8:00pm
Cidade: Bacurau.com.brin Olinda, PE
Local: Rua Bom Jesus
Endereço: Rua Bom Jesus, Amaro Branco
País: BR
Ingresso: Grátis
Coco da Comunidade, Homenagem a Sant’ana
Data: terça-feira, julho 7 2009
Hora: 9:00pm
Cidade: Bacurau.com.brin Olinda, PE
Local: Rua Alto do Sarapião
Endereço: Rua Alto do Sarapião, Amaro Branco
País: BR
Ingresso: Grátis


.

Acesse: www.olindaurgente.com.br
no Portal O Nordeste.com: www.onordeste.com

.

Projeto pretende melhorar indicadores de trabalho e renda em Olinda

Novas ações do Programa de Infra-Estrutura em Áreas de Baixa Renda da Região Metropolitana do Recife - Prometrópole, estão sendo desenvolvidas em seis comunidades de Olinda, pelo Governo do Estado, com a Prefeitura e a AVSI - organismo italiano de cooperação sem fins lucrativos. O Projeto de Redução da Pobreza das Áreas Urbanas Carentes do Município de Olinda tem por objetivo melhorar os indicadores de trabalho e renda, com atenção particular à questão de gênero, beneficiando as comunidades de Passarinho, Caixa D'Água, Beberibe, Peixinhos, Azeitona e Varadouro.

Devido os elevados índices de pobreza dessas localidades, o projeto pretende integrar as ações de urbanização nessas áreas de baixa renda incluídas no Prometrópole e no Programa de Aceleração do Crescimento - PAC, principalmente no que diz respeito ao fortalecimento das organizações comunitárias e do seu diálogo com as entidades sociais e o Poder Público. Segundo o diretor da AVSI, Fabrizio Pellicelli, a expectativa é que se crie uma iniciativa modelo que possa ser disseminada em todo o País. “Este é o primeiro passo para criarmos outros projetos com ênfase especial nas mulheres, uma vez que, nessas áreas, são elas as responsáveis pela renda familiar”, concluiu Pellicelli.

Nesta fase inicial, está em curso um diagnóstico socio-econômico das áreas onde o projeto está sendo desenvolvido, em paralelo a pesquisas do mercado de trabalho e das organizações comunitárias do local. Além de apontar as áreas de maior vulnerabillidade nesta região, as pesquisas servirão de base para definir os cursos e capacitações destinados aos 240 beneficiados entre jovens e adultos. O objetivo é promover a formalização, a gestão administrativo-financeira e a sustentabilidade das organizações da sociedade civil com consultoria individualizada. Também será traçado um perfil das entidades, definindo assim quais as principais dificuldades vivenciadas por elas e, a partir disso, direcionando-as às capacitações, com as quais 70 entidades serão contempladas.

O projeto ainda prevê fortalecer a atuação da sociedade civil através do financiamento de projetos sociais das entidades locais, a serem selecionados por meio de concurso, reforma de equipamentos comunitários como creches e associações de bairros, encontros formativos com as entidades e a formação de um Fórum Interinstitucional. De acordo com a coordenadora Beneditta Fontana, a participação da sociedade civil é fundamental para o sucesso do projeto. “Todas as etapas, que vão desde a instalação e reconhecimento da área até as capacitações e financiamento, passam pela comunidade. Desta forma, a população se fortalece e participa ativamente das discussões das políticas públicas que visem melhorias na qualidade de vida”, ressaltou.

O Projeto Redução de Pobreza das Áreas Urbanas Carentes do Município de Olinda tem duração de 24 meses. O total do investimento, proveniente de edital público da União Europeia, é de € 936.665,42, ou seja, R$ 2.854.956,20, com uma contrapartida do Estado equivalente a € 100.000,00 (cerca de 300 mil reais).

A Fundação - A Fundação AVSI é uma organização não governamental que nasceu em 1972. Atualmente, está presente em 39 países: América Latina e Caribe, África, Leste Europeu, Oriente Médio e Ásia e tem como objetivo principal a redução da pobreza urbana e da vulnerabilidade social. No Brasil, a instituição já desenvolve trabalhos em Salvador, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Manaus.


http://www.fisepe.pe.gov.br/cepe/materias2009/jun/exec02160609.htm

Olinda sedia Fórum das Cidades Históricas Turísticas

A partir da próxima quinta-feira (18) Olinda sedia o Fórum das Cidades Históricas Turísticas, uma parceria entre o Ministério do Turismo, Prefeitura de Olinda, Secretaria de Turismo do Governo do Estado e Empetur. O objetivo principal do evento é promover o intercâmbio entre os principais centros brasileiros que possuem um acervo histórico e potencial turístico. O encontro, que acontece no Centro de Convenções, se encerra na sexta-feira (19).

Cerca de 40 cidades históricas do Brasil, entre elas Ouro Preto (MG), Missões (RS), Salvador (BA), Vitória do Espírito Santo (ES), Rio de Janeiro (RJ) e Diamantina (MG). No encontro serão discutidos temas comuns entre as principais cidades históricas turísticas, como turismo, transporte, segurança, dentre outros temas.

No final do Fórum será elaborado um documento final, a “Carta de Olinda”, que subsidiará as questões levantadas durante a discussão e servirá de embasamento para a política do turismo dos municípios. O documento, de domínio público, será encaminhado para o Ministério do Turismo e secretarias estaduais e municipais.

Na manhã do sábado (20), os participantes terão a oportunidade de realizar um city tour pelo Sítio Histórico de Olinda. O encontro será no Receptivo Turístico, no Carmo, a partir das 10h.



Da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

Olinda: Aberta licitação de viaduto

A Secretaria de Transportes publicou ontem, no Diário Oficial, a abertura da licitação para execução das obras e serviços para a construção do viaduto de interconexão entre a PE-001 e a PE-015, no Complexo Rodoviário de Salgadinho. As empresas interessadas em fazer parte do processo licitatório deverão contactar a secretaria, na avenida Cruz Cabugá, 1.111, 2º andar, em Santo Amaro. Os envelopes serão abertos no dia 20 de julho e vencerá a empresa que oferecer o serviço pelo menor preço.

O Governo do Estado já havia dado ordem de serviço em julho de 2008, mas o Iphan paralisou as obras, alegando que o viaduto prejudicaria a visibilidade de Olinda, patrimônio cultural. O projeto passou por uma revisão e, depois de pronto, a Delta, empresa que havia vencido a licitação, entendeu que teria que construir outro projeto. Isso porque, depois que diminuiu a altura do viaduto, ele precisou ser aumentado em 380 metros em cada cabeceira. O valor também sofreu alteração, passando de R$ 16 milhões para R$ 24 milhões.



Folha de Pernambuco