quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Moradores e estudantes de escola de São Benedito temem onda de assaltos em escola

No bairro de São Benedito, em Olinda, Região Metropolitana do Recife, a ação dos bandidos tem preocupado alunos e moradores, que são vítimas de assalto. Na última segunda-feira (26), a Escola Estadual Joaquim Nabuco foi invadida por assaltantes.

Os invasores entraram pelo telhado, arrombaram portões, roubaram materiais eletrônicos e parte da merenda. Antes de sair, ainda incendiaram o laboratório de informática. Computadores, uma geladeira e livros que seriam usados pelos alunos foram queimados.

No dia seguinte à invasão, a Polícia Militar escalou um soldado para vigiar a unidade de ensino, onde estudam 900 alunos. Na semana passada, a mesma escola foi invadida duas vezes: foram roubados materiais de educação física, um aparelho de som e um botijão de gás.

Se nas férias os prédios são roubados e depredados, durante o período de aulas os estudantes é que são vítimas da violência. A dona de casa Nilza Moraes, que mora no bairro, diz que os assaltantes ficam próximos à Escola Padre Francisco Carneiro, à espera da oportunidade de roubar os alunos.

“Eles vêm, tomam os celulares dos alunos, roubas o cartão de passe-fácil das meninas”, conta ela. O filho do auxiliar de suprimentos José Anísio dos Santos já foi vítima dessas investidas. “Meu menino já foi assaltado duas vezes quando estava de moto, roubaram o celular dele”.

De acordo com os moradores, os bandidos agem com tanta liberdade que até guardam as armas perto da escola. “Minha vizinha falou que eles escondem armas no meio do mato para assaltar as pessoas”, conta a professora Clívia da Silva.

Ela diz que os moradores já pensam em tomar providências por conta própria. “Não temos segurança nenhuma, vamos reunir os moradores para fazer um portão, já que a rua é fechada, para tentar prevenir esse tipo de coisa”.

O contador Paulo José da Silva reclama da insegurança. Segundo ele, a Polícia Militar não está fazendo a parte dela para evitar os crimes, que já se tornaram constantes. “Não tem nenhum policial aqui, só tem um segurança que pagamos semanalmente, mas ronda é muito difícil”.




da Redação do pe360graus.com

Um comentário:

kayky disse...

benedito feis a escola porque