sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Esperança de melhoria no trânsito, obra no Complexo Salgadinho está parada

As obras no Complexo de Salgadinho, em Olinda, que visa melhorar o trânsito no local, estão paradas há duas semanas, desde que terminou o serviço de fixação de estacas para sustentar o viaduto.

No canteiro de obras, nada de máquinas trabalhando e também não há nenhuma movimentação de operários. Apenas os vigilantes permanecem no local.

Os trabalhos só serão retomados depois que os técnicos concluírem as alterações no projeto original, exigidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Entre elas, está a altura do viaduto que deve diminuir de nove metros e meio para oito metros – para não prejudicar a visibilidade dos prédios históricos de Olinda.

O diretor de Engenharia e Planejamento do Departamento de Estradas e Rodagens de Pernambuco (DER), Luiz Carlos Fernandes, disse que as alterações já foram feitas e os técnicos esperam apenas a liberação do IPHAN para retomar os serviços.

Os operários vão trabalhar em três turnos para que o viaduto seja entregue à população no prazo prometido. “Em novembro de 2009. Não dá pra garantir, mas vamos fazer força para que seja concluída até o dia 8 de novembro de 2009”, afirmou. Ainda de acordo com o DER, as obras devem ser retomadas no dia 10 de dezembro.

Enquanto isso, quem passa pela PE-15 enfrenta engarrafamento todos os dias: pela manhã, o trânsito fica lento no sentido Recife; na volta para casa, no sentido Olinda. Cerca de 40 mil veículos passam pela rodovia todos os dias.

Por isso a obra está sendo aguardada com expectativa pelos motoristas que trafegam pelo Complexo de Salgadinho, na esperança que o trânsito melhore. “Vai ser de suma importância, tanto para quem vem de Paulista quanto da cidade. Mas até agora, só colocaram esse tapume aí e parou...”, lamenta o taxista Renan da Silva.


da redação do pe360graus.com

.

Um comentário:

Fabio Jose disse...

ótimo saber disso, foi muito esclarecedor pena que nos meios de comunicação não estejam comentando mais, valeu amigo.