sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Prefeitura não cumpre decisão do Ministério Público

Os contra-cheques dos funcionários da Prefeitura de Olinda, referentes ao mês de setembro, chegaram sem o pagamento dos reajustes salariais determinados pelo Ministério Público de Pernambuco no último dia 3 de setembro.

O Ministério Público, através da promotora Allana Uchoa de Carvalho, determinou que seja cumprida a Lei 5353 (que trata do reajuste dos funcionários na data base) cumprindo os índices oficiais, medidos pelo IGPM, proceda imediatamente o pagamento da diferença a todos os funcionários.A determinação é no sentido de que o reajuste seja feito pela remuneração e não pelo salário-base como calculou a Prefeitura.

Os funcionários esperavam receber a diferença confiscada este mês conforme determinou o Ministério Público. Mas, a Prefeitura de Olinda não cumpriu. O Sindicato dos Servidores Municipais de Olinda vai entrar com medida judicial para garantir o direito dos trabalhadores.

Cerca de 1.300 servidores da Prefeitura de Olinda recebem abaixo do Salário Mínimo.

2 comentários:

adriana disse...

gostaria de saber se essa situação também é para os professores da prefeitura,pois hoje encontram-se nesta mesma situação salarial.

adriana disse...

gostaria de saber se essa situação também é para os professores da prefeitura,pois hoje encontram-se nesta mesma situação salarial.