sexta-feira, 17 de abril de 2009

Perimetral de Olinda está em verdadeiro estado de abandono

Os buracos tomaram conta da rodovia; moradores, pedestres e motoristas que passam pelo local reclamam do lixo, da falta de acostamento e da lama

Da Redação do pe360graus.com

Uma das rodovias mais movimentadas da Região Metropolitana, que liga as cidades de Olinda e Recife, está tomada pelos buracos. Na Segunda Perimetral Norte há mato e lixo no acostamento e faltam canaletas para a passagem da água. Quando chove a situação na rodovia piora, a água fica acumulada em vários pontos e o barro, que é levado para a pista se transforma em lama.

A rodovia não tem acostamentos, e os motoristas dos ônibus que passam pelo local reclamam por não ter como parar para pegar os passageiros. “Aqui sempre é muito difícil. Os carros ficam buzinando atrás. Muitas vezes teve colisão, com os carros que batem atrás por conta da falta do acostamento”, disse o motorista de ônibus Manassés da Silva.

Os passageiros também sofrem com a situação. Eles são obrigados a esperar o ônibus em locais improvisados e correm o risco de levar banho de água suja. “Quando chove aqui é um transtorno. A gente toma banho de lama se tiver aqui”, reclamou a costureira Neide Monteiro.

Para os ciclistas, passar pela Segunda Perimetral é como enfrentar um verdadeiro rali, cheio de obstáculos e desvios. O acostamento muitas vezes some, e se transforma em matagal ou depósito para ferro velho. Quem mora na localidade reclama da abandono. “Tem muito buraco, e essas encostas ficam ocupadas sem a gente poder andar”, disse a dona de casa Vera Lúcia Feitosa.

Com as chuvas dos últimos dias, a terra das partes mais altas ao redor da pista desceu e se acumulou no meio do asfalto, formando pequenas crateras com lama. De acordo com o pedreiro Paulo Gonçalves, que mora no local, isso aumentou ainda mais o perigo que a Perimetral representa. “Todos os dias tem acidentes aqui. Hoje mesmo caiu um policial aqui, quase que o ônibus passava por cima. Acidente aqui é constante", afirmou.

RESPOSTA

A Diretoria de Manutenção Urbana da Prefeitura de Olinda informou que vai retirar o barro da pista ainda nesta sexta-feira (17). Sobre o lixo, a Diretoria de Limpeza disse que a coleta é feita todos os dias e que os moradores é que jogam o lixo na rua.

A Diretoria de Obras afirmou que vai retirar o mato do acostamento até o fim de julho. Questionada sobre a existência de algum projeto que permita a passagem de água, sem invadir a pista. A informação foi que a responsabilidade era do Departamento de Estradas de Rodagens (DER).

O DER também foi procurado e disse que a responsabilidade do Departamento foi a construção da pista, mas que cabe à prefeitura cuidar da Perimetral porque ela fica numa área urbana. Mas quando a Diretoria de Obras de Olinda foi questionada sobre isso afirmou que o responsável pela manutenção é quem construiu, ou seja, o DER.

Nesse jogo de empurra-empurra, moradores e motoristas saem prejudicados. São eles que diariamente correm o risco de sofrer acidentes, de ter o carro quebrado e de adoecer, na água suja que escorre pela Perimetral.

.

Acesse: www.olindaurgente.com.br
no Portal O Nordeste.com: www.onordeste.com

.

Um comentário:

RIBAMAR VILELA disse...

Quando saimos de cajueiroe queremos ir a olinda ninguem saber o que eh pior: ou av pres kenedy ou a perimetral. A decisão é de acordo com a situação encontrada ao ver as duas.