sexta-feira, 17 de abril de 2009

Olinda: José Venâncio e o sucesso do Magazine São José


Se dependesse da vontade da família, José Venâncio, o menino nascido em 29/11/1950, na cidade de Aroeiras, na Paraíba, seria padre. Fez três anos de estudos de Seminário em Campina Grande. Mas, resolveu vir para Pernambuco.

Quis o destino que ele viesse morar em Peixinhos, Olinda, em 1965 trabalhar e estudar.

“Foi quando surgiu a idéia de montar um comerciozinho para me sustentar na faculdade, pois já tinha experiência no comércio dos meus pais. Nisso, tomei gosto”, recorda José Venâncio.

Alugou um pequeno espaço na esquina da Avenida Presidente Kennedy com Rua Armindo C. Moura, a conhecida Rua da Areia, em Peixinhos.

“Quando eu montei a pequena loja aqui, disseram que não duraria três meses. O tamanho era tão pequeno, não tinha mais que 30 metros quadrados (5x6). Quando eu comecei, a Avenida Presidente Kennedy só tinha uma faixa, o outro lado era tudo barro. O nome era: Loja Avenida. Com um ano, deixei o antigo trabalho, mas não foi para estudar, foi para tomar conta da loja.”

A loja era de miudezas e começou com 1.000 itens. O nome Magazine São José surgiria 10 anos depois, por volta de 1975, no mesmo lugar. Hoje, com 03 lojas e 65 funcionários comercializa mais de 35.000 itens e já faz sua sexta ampliação na loja matriz.

No período de alta nas vendas, no fim de ano, o Magazine São José contrata mais 50% de mão-de-obra temporária.

E José Venâncio já está pensando nos próximos passos do Magazine São José:
“Agora chegou a hora de organizar o layout das lojas, adquirir novos equipamentos, melhorar as fachadas, principalmente, na loja do Bairro Novo.”

O tempo de comércio em Peixinhos confere a José Venâncio condições de fazer uma análise sobre o bairro:

“Peixinhos tem problemas na área de segurança, saneamento, estacionamento, calçadas sem espaço, não tem disciplinamento e organização do comércio informal. Se melhorar, melhora para todo mundo. Falta o governo dar mais apoio. A Kennedy tem problemas de retorno e estacionamento. Muitas galerias estão abertas. Na época do inverno a gente perde de três a quatro dias por mês. Em Olinda, o comércio é muito penalizado. Os comerciantes de Olinda precisam se unir e lutar por melhorias”.

José Venâncio tem certeza que o trabalho é a maior arma para enfrentar a crise econômica e fala com experiência de quem já enfrentou e venceu todas elas:

“Teve as crises daqueles planos doidos. E tudo passou. A gente não pode desanimar. Tem que trabalhar. Crise a gente enfrenta com muito trabalho e perseverança”.

.

2 comentários:

renata disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
renata disse...

vamos la... dizer um Parabens?
Parabens venancio! não só para vc mais para as Principais pessoas que conseguiram fazer da sua loja um Sucesso...
seus FUNCIONARIOS eles sim merecem um Parabens...